Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Mãe Para Toda Obra Blog da jornalista Fabiana Futema traz notícias e reflexões sobre o mundo materno, primeira infância e dilemas femininos. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

O que a gente tem a ver com a parede da Bela Gil?

Apresentadora queria mostrar como os filhos se divertiam de escorregar no colchão, uma brincadeira que ela fazia quando criança

Por Fabiana Futema Atualizado em 30 jul 2020, 20h28 - Publicado em 4 Maio 2018, 19h52

A chef e apresentadora Bela Gil publicou nesta semana em seu perfil no Instagram uma foto que mostra os filhos Flor e Nino brincando de escorregar em casa. Eles usaram um colchão para improvisar a brincadeira. Era um momento fofo, de diversão entre irmãos.

“Era uma das brincadeiras que mais amava fazer quando pequena. Agora são meus filhos! Nosso feriado foi assim”, escreveu ela.

Mas adivinha o que foi que mais chamou a atenção dos seguidores de Bela Gil na foto? Não foram seus filhos nem a brincadeira simples, sem eletrônicos, vídeos ou brinquedos caros. O que incomodou uma boa parte dos internautas foi o fato de as paredes do quarto estarem rabiscadas com os desenhos dos filhos.

“Nossa, que mãe sem limites”, escreveu uma seguidora. “Uma pena meus filhos terem que viver em uma geração de idiotas por causa dos pais. Antigamente, se uma criança fazia isso os pais a faziam pintar a parede de novo”, postou um outro. “Deixar os meninos riscarem a parede não é sinônimo de aproveitar a infância ou criatividade… filhos que fazem o que querem em casa que não têm regra, vão fazer isso em outros lugares… os professores nas escolas é que sabem o quanto isso pesa!”, criticou um terceiro.

A pergunta que não quer calar é: de quem é a parede? E o que é o que a gente tem a ver se os filhos da Bela pintam ou não a parede? Como os próprios comentários mostraram, ela não é a única adepta da liberdade de expressão artística.

Continua após a publicidade

“A minha sala está toda rabiscada. Tenho uma princesa de 3 anos e quero que ela seja feliz e seja criança. É melhor pintar a parede do que ficar o dia todo com a cara no celular vendo o que não edifica em nada na vida da criança. Parabéns @belagil por deixar seus filhor serem criança”, elogiou uma das seguidoras.

A verdade é que ninguém tem nada a ver com a parede da casa dela. Uma dica seria aproveitar o exemplo da Bela e mandar às favas a cobrança por uma casa organizada e brilhando em detrimento da brincadeira das crianças. Como já dizia o slogan de uma marca de sabão em pó: se sujar faz bem! Meu filho quis fazer massinha de modelar em casa no último feriado. Precisamos de farinha, óleo, sal, água e corante alimentício. Como não tínhamos esse último ingrediente, apelamos para a pintura de rosto. Ao final, havia farinha para todo lado da casa. Mas nos divertimos muito e isso é o que vale. São lembranças como essa que espero construir ao lado dele.

View this post on Instagram

Era uma das brincadeiras que mais amava fazer qdo pequena. Agora são meus filhos! Nosso feriado foi assim. #deontem #escorregadordecolchão #belamaternidade #FloreNino #ninochegou ❤️❤️❤️

A post shared by Bela Gil (@belagil) on

  • Continua após a publicidade
    Publicidade