Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Letra de Médico Por Adriana Dias Lopes Orientações médicas e textos de saúde assinados por profissionais de primeira linha do Brasil

Estimulação cerebral pode ser esperança para pacientes com AVC

Novos estudos mostram que a estimulação cerebelar promove a plasticidade neuronal - ou seja, a capacidade das células cerebrais se recuperarem

Por Arthur Cukiert Atualizado em 9 set 2019, 16h13 - Publicado em 9 set 2019, 15h22

Os acidentes vasculares cerebrais (AVC) são causa relevante de deficiências de longo prazo. Apesar de adequada reabilitação, um terço dos pacientes mantêm problemas motores incapacitantes a longo prazo. Os problemas ocorrem em pessoas em quem áreas do cérebro foram lesadas, seja por isquemia (falta de oxigênio) ou hemorragia. De uma maneira geral, as células cerebrais dificilmente recuperam-se espontaneamente.

Ao longo de uma década, estudos em animais mostraram claramente que a estimulação cerebelar promovia a plasticidade neuronal (ou seja, a capacidade das células cerebrais recuperarem-se).

Uma equipe liderada pelo Dr. Andre Machado, diretor do Instituto Neurológico da Clínica Cleveland, nos Estados Unidos, tem realizado desde 2016, dentro do contexto de pesquisa clínica, alguns procedimentos de estimulação cerebral profunda para melhoria dos problemas motores relacionados ao AVC.

  • Durante o procedimento, eletrodos foram implantados em uma região do cérebro denominada cerebelo, que tem conexões extensas com o córtex cerebral. Conectado a um marca-passo especial, estes eletrodos fornecem pulsos elétricos pequenos como uma maneira de ajudar o individuo a recuperar o controle de seus movimentos.

    Os primeiros pacientes apresentaram melhoras notáveis. Se os resultados finais destas pesquisas forem positivos, será uma nova esperança para os pacientes que sofreram um derrame e estão paralisados. Seria uma oportunidade para permitir que nossos pacientes ganhem função e, portanto, maior independência.

    Continua após a publicidade

     

     

    Quem faz Letra de Médico

    Adilson Costa, dermatologista
    Adriana Vilarinho, dermatologista
    Ana Claudia Arantes, geriatra
    Antonio Carlos do Nascimento, endocrinologista
    Antônio Frasson, mastologista
    Arthur Cukiert, neurologista
    Ben-Hur Ferraz Neto, cirurgião
    Bernardo Garicochea, oncologista
    Claudia Cozer Kalil, endocrinologista
    Claudio Lottenberg, oftalmologista
    Daniel Magnoni, nutrólogo
    David Uip, infectologista
    Edson Borges, especialista em reprodução assistida

    Eduardo Rauen, nutrólogo
    Fernando Maluf, oncologista
    Freddy Eliaschewitz, endocrinologista
    Jardis Volpi, dermatologista
    José Alexandre Crippa, psiquiatra
    Ludhmila Hajjar, intensivista
    Luiz Rohde, psiquiatra
    Luiz Kowalski, oncologista

    Marcelo Bendhack, urologista
    Marcus Vinicius Bolivar Malachias, cardiologista
    Marianne Pinotti, ginecologista
    Mauro Fisberg, pediatra
    Roberto Kalil, cardiologista
    Ronaldo Laranjeira, psiquiatra
    Salmo Raskin, geneticista
    Sergio Podgaec, ginecologista

    Continua após a publicidade
    Publicidade