Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.
Isabela Boscov Por Coluna Está sendo lançado, saiu faz tempo? É clássico, é curiosidade? Tanto faz: se passa em alguma tela, está valendo comentar. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

VÍDEO: “É bom transgredir na pele de outro”, diz Vladimir Brichta

Ator brilha como o palhaço de “Bingo – O Rei das Manhãs”

Por Isabela Boscov - Atualizado em 24 ago 2017, 19h00 - Publicado em 24 ago 2017, 18h57

Como Augusto Mendes, o ator que pira por não poder revelar a ninguém que é o palhaço fenômeno de audiência de um programa infantil, Vladimir Brichta bateu num daqueles papéis que têm o poder de redefinir uma carreira – um papel ao qual ele faz jus com um desempenho de uma vitalidade, uma originalidade e uma convicção que chegam a assustar (no bom sentido). Até agora, dias depois de ter visto o filme, estou com várias cenas dele em replay na minha cabeça, e me pergunto: como é que ninguém ainda tinha dado um roteiro dessa estatura a Brichta? Clique no vídeo abaixo para ver minha conversa com o ator nascido em Minas Gerais e criado na Bahia, na qual ele fala sobre ser palhaço, sobre a necessidade de reconhecimento e sobre um dos grandes prazeres de um papel como esse: o de poder “ser p****-louca sem pagar o preço”.


Entrevista

Publicidade