Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Isabela Boscov Por Coluna Está sendo lançado, saiu faz tempo? É clássico, é curiosidade? Tanto faz: se passa em alguma tela, está valendo comentar. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

VÍDEO Morena Baccarin: “Está na hora de eu ser a super-heroína”

Atriz brasileira diz que foi um alívio ler o roteiro de "Deadpool" e achar um papel que ia além do “interesse romântico” de sempre

Por Isabela Boscov Atualizado em 17 Maio 2018, 16h25 - Publicado em 17 Maio 2018, 15h52

A carioca Morena Baccarin mudou-se com a família para Nova York aos 10 anos de idade, e aproveitou bem a chance: cursou o intermediário na concorrida LaGuardia High School, dedicada a adolescentes com interesse (e potencial) para um futuro nas artes, depois entrou na prestigiadíssima Juilliard School, da qual saíram inúmeros músicos e atores de primeira linha e, de lá, começou uma carreira cheia de laços com a fantasia, a ficção científica e o universo dos super-heróis – da série cult Firefly, de Joss Whedon, a Stargarte SG-1, e V: Visitantes à recente Flash. Morena chamou muito a atenção como a mulher do militar que reaparece, misteriosamente, depois de uma década de cativeiro entre extremistas muçulmanos, em Homeland – mas desabrochou mesmo foi como a afiadíssima Vanessa, a prostituta que vive um porno-romance com o super-anti-herói Deadpool de Ryan Reynolds. No Brasil para promover Deadpool 2, Morena conversou com a gente:

Publicidade