Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Isabela Boscov Por Coluna Está sendo lançado, saiu faz tempo? É clássico, é curiosidade? Tanto faz: se passa em alguma tela, está valendo comentar. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Entrevista com Alexander Skarsgård

Que Jane que nada - Tarzan gosta é de farofa

Por Isabela Boscov Atualizado em 17 jan 2017, 15h40 - Publicado em 22 jul 2016, 20h12

Entrevista


Do soldado da série Generation Kill (que é estupenda) ao vampiro viking de True Blood, do noivo de Melancolia ao vândalo de Sob o Domínio do Medo, o sueco Alexander Skarsgård já provou que é um ator e tanto. E não só é também lindo de morrer, e simpático, e educado, como tem paladar aventureiro e bom gosto: na terça-feira 19 de julho, quando o entrevistei em São Paulo, Alexander mal conseguia conter o entusiasmo pela prosaica e simplezinha farofa nacional. Experimentou farofa com ovo, com banana, sem nada — e estava preocupado em saber se conseguiria comprar farinha de mandioca em Nova York, para prosseguir na mania. Só uma coisa fez os olhos dele brilharem mais: falar do seu pai, o magnífico ator Stellan Skarsgard. Mais velho dos oito filhos de Stellan, Alexander herdou dele o talento e também a paixão por Tarzan. “Essa é a única coisa que me importa — que meu pai gostasse do filme”.

 

Publicidade