Clique e assine a partir de 8,90/mês
Felipe Moura Brasil Por Blog Análises irreverentes dos fatos essenciais de política e cultura no Brasil e no resto do mundo, com base na regra de Lima Barreto: "Troça e simplesmente troça, para que tudo caia pelo ridículo".

Jovem militar é morto com tiro na cabeça no Complexo da Maré

Por Felipe Moura Brasil - Atualizado em 31 jul 2020, 02h33 - Publicado em 28 nov 2014, 19h26

IMG_0130Um jovem militar do Exército morreu após ser baleado na cabeça na tarde desta sexta-feira durante uma ação de patrulhamento na localidade conhecida como Vila dos Pinheiros, no Complexo da Maré, conjunto de favelas na Zona Norte do Rio. [* Atualização de 21 horas: Trata-se do cabo Michel Augusto Mikami, de 21 anos.]

Outros militares chegaram a levar o jovem para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Maré e, embora a Força de Pacificação tenha se negado a fornecer maiores informações sobre o seu estado, este blog apurou que ele não resistiu. “Seu nome e o hospital não serão divulgados para preservar sua integridade e privacidade neste momento”, informara o órgão em nota.

Um bandido também foi morto no confronto e outro está internado no Hospital Geral de Bonsucesso. Um radiotransmissor foi apreendido, mas, até o momento deste post, ninguém havia sido preso.

Atacado a tiros por traficantes mais cedo, um blindado da Força caiu em um canal na Avenida 2, na localidade conhecida como Conjunto Esperança, também na Maré. Não houve danos significativos no tanque de guerra e o motorista não ficou ferido.

Em março deste ano, as forças policiais começaram a ocupar o Complexo da Maré com 1.400 homens. No primeiro momento, as tropas federais não participaram da operação, mas o plano era que os militares fossem substituindo o efetivo da Polícia Militar no conjunto de favelas, que receberia a 39ª Unidade de Polícia Pacificadora (UPP).

Veja também aqui no blog: A farsa da ‘pacificação’ no Rio de Janeiro.

[* E veja ainda o próximo post: Vídeo exclusivo: Grupo de jovens da Maré comemora morte de militar.]

Felipe Moura Brasil ⎯ http://www.veja.com/felipemourabrasil

Siga no Facebook, no Twitter e na Fan Page.

Continua após a publicidade
Publicidade