Clique e assine a partir de 9,90/mês
Felipe Moura Brasil Por Blog Análises irreverentes dos fatos essenciais de política e cultura no Brasil e no resto do mundo, com base na regra de Lima Barreto: "Troça e simplesmente troça, para que tudo caia pelo ridículo".

Como o roubo do PT chega à marca do bilhão

Os atritos entre o governo e o Congresso, incluindo a demissão de Cid Gomes do Ministério da Educação, levaram o dólar à vista, referência no mercado financeiro, a fechar esta quinta-feira em alta de 1,19%, no maior valor em quase em doze anos: R$ 3,305. Como o PT roubou pelo menos 300 milhões de dólares […]

Por Felipe Moura Brasil - Atualizado em 11 Feb 2017, 14h11 - Publicado em 19 Mar 2015, 21h22

Os atritos entre o governo e o Congresso, incluindo a demissão de Cid Gomes do Ministério da Educação, levaram o dólar à vista, referência no mercado financeiro, a fechar esta quinta-feira em alta de 1,19%, no maior valor em quase em doze anos: R$ 3,305.

Como o PT roubou pelo menos 300 milhões de dólares da Petrobras, de acordo com os valores denunciados pelos delatores Paulo Roberto Costa e Pedro Barusco, o valor total hoje seria de 991.500.000 reais. O PT está a apenas 8,5 milhões de reais de ter roubado 1 bilhão.

Na escala industrial petista, este valor não é nada. Veja:

– José Dirceu faturou 29,2 milhões de reais de 2006 a 2013 de cinquenta empresas, sendo 1,2 milhão enquanto estava na cadeia. O mensaleiro recebia não só das construtoras ligadas ao esquema de corrupção na Petrobras mas de diversas outras empresas com negócios regulados pelo governo federal.

Continua após a publicidade

– Renato Duque, o afilhado de Dirceu na estatal que ficou quase o tempo todo calado na CPI, transferiu mais de 20 milhões de euros (o equivalente a quase R$ 70 milhões) da Suíça para o Principado de Mônaco.

Até na escala do PP, que faturou com o esquema montado no governo Lula, 8,5 milhões são ‘merreca’:

– Cristiano Kok, empresário da Engevix, admitiu à Folha ter pago ao menos 10 milhões de reais para obter contratos com a Petrobras. Foram entre 6 e 7 milhões por um contrato de 700 milhões da refinaria Abreu e Lima (vulgo “Abreu e Lula”), além de 3 milhões de reais por obras na refinaria de Cubatão. “Pagamos em prestações mensais para três empresas do Alberto Youssef, como se fosse prestação de serviços”, disse ele.

Em suma: o PT não terá dificuldade de chegar a 1 bilhão…

Continua após a publicidade

…Nem que vá de grão em grão com as empreiteiras de médio porte.

De acordo com o doleiro Alberto Youssef, entre 2005 e 2006, a Construcap pagou propina de 2,4 milhões de reais ao PT e PP, em troca de um contrato da Petrobras. O dinheiro destinado ao PT foi entregue ao tesoureiro petista João Vaccari Neto, segundo o doleiro.

…Se Duque resolver falar tudo, então, 1 bilhão há de ser pouco.

O problema é que seu advogado Alexandre Lopes se diz “contra a delação premiada”, assim como Kakay se dizia em relação a Youssef. Mas isso é papo de quem trabalha para delatados, não para delatores. Cabe a família Duque fazer com Renato o mesmo que vários deputados fizeram na CPI: pressioná-lo a entregar seus comparsas para poder voltar mais cedo para casa.

Continua após a publicidade

…O acordo com os executivos da Camargo Corrêa também pode levar ao eletrolão.

Como disse ao Globo o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, da Operação Lava Jato:

“Com o acordo do Eduardo Leite e do Daltan Avancini já temos indicativos claros, ou melhor, provas de que existia esquema de corrupção em outras áreas. E estamos iniciando as investigações do esquema fora da Petrobras”.

Na entrevista, Lima ainda confirmou a lavagem de dinheiro do PT:

Continua após a publicidade

“Na verdade, doar oficialmente é lavar dinheiro. Porque você pega um valor que era propina e transforma em dinheiro legal. Neste caso do Vaccari, temos o caminho desde a empresa até o partido. Isso é lavagem. E acho que o partido tem que devolver esse dinheiro”.

Em suma: a casa do PT caiu, mas a conta ainda vai subir.

Felipe Moura Brasil ⎯ http://www.veja.com/felipemourabrasil

Siga no Twitter, no Facebook e na Fan Page.

Publicidade