Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Dora Kramer Por Coluna Coisas da política. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

“Não sou porta-voz”

Gilmar Mendes repudia o titulo de "porta-voz"

Por Dora Kramer Atualizado em 27 mar 2017, 16h12 - Publicado em 27 mar 2017, 14h32

O ministro Gilmar Mendes não gostou de ser nominado porta-voz das teses defendidas por parlamentares investigados pela operação Lava-Jato. Ele reitera que não vê crime na prática do uso de caixa 2 no financiamento a campanhas eleitorais, bem como considera ok a aprovação da lei sobre abuso de autoridades. Em sua defesa, reivindica ter sido a primeira voz a favor da reforma política, “contra um modelo que já acabou”.

  • Publicidade