Clique e assine a partir de 8,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

#SanatórioGeral: Dilmês castiço (2)

Dilma está preocupada com a polarização entre a riqueza e a miséria que jurou ter erradicado antes de perder o emprego

Por Augusto Nunes - Atualizado em 24 nov 2019, 08h13 - Publicado em 24 nov 2019, 07h13

“A polarização nós não inventamos como país. O próprio IBGE diz que tem uma concentração de renda em que pobre ganha só 0,8% da renda nacional, enquanto os 10% mais ricos ganham 43%. Como que não tem polarização? Aonde que não tem polarização? Se você está excluído da riqueza do seu país”. (Dilma Rousseff, ao discursar no congresso nacional do PT, tentando explicar que a polarização no Brasil não se dá entre esquerda e direita, mas entre os milionários e os miseráveis que jurou ter promovido a integrantes da classe média antes de ser despejada da Presidência por incompetência e safadeza)

Publicidade