Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Respeito à tradição

“Eles não vão conseguir colocar um guardanapo na minha cabeça”. Lindbergh Farias, candidato do PT ao governo do Rio de Janeiro, sobre as denúncias feitas a partir de informações repassadas pelo PMDB, informando que prefere conviver com bandidos que, como os quadrilheiros do mensalão, não usam guardanapos ou lenços nem para esconder o rosto.

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 06h36 - Publicado em 26 mar 2013, 01h09

“Eles não vão conseguir colocar um guardanapo na minha cabeça”.

Lindbergh Farias, candidato do PT ao governo do Rio de Janeiro, sobre as denúncias feitas a partir de informações repassadas pelo PMDB, informando que prefere conviver com bandidos que, como os quadrilheiros do mensalão, não usam guardanapos ou lenços nem para esconder o rosto.

Publicidade