Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Os festeiros zombam dos que pagam a conta da gastança

Não por terem atropelado alguma lei, mas porque mentiram, Ted Kennedy não chegou à presidência dos Estados Unidos, Richard Nixon foi despejado da Casa Branca e Bill Clinton quase teve o mandato amputado. Coisa de gente colonizada por puritanos, murmuram os brasileiros espertos. Pode ser. Mas também é coisa de quem  sabe que, num regime democrático, o povo manda. Se um funcionário público mente, perde […]

Não por terem atropelado alguma lei, mas porque mentiram, Ted Kennedy não chegou à presidência dos Estados Unidos, Richard Nixon foi despejado da Casa Branca e Bill Clinton quase teve o mandato amputado. Coisa de gente colonizada por puritanos, murmuram os brasileiros espertos. Pode ser. Mas também é coisa de quem  sabe que, num regime democrático, o povo manda. Se um funcionário público mente, perde a confiança do patrão. Se não se comporta direito, perde o emprego. Os americanos, como todos os habitantes dos demais países civilizados, sabem disso. Os brasileiros nem desconfiam.

Se ao menos desconfiassem, já teriam ordenado aos festeiros do São Francisco que calassem a boca e devolvessem o dinheiro do desperdício. O passeio que manteve a turma longe do trabalho por  três dias úteis custou R$ 400 mil. O governo não é uma entidade lucrativa.  Todas as despesas são bancadas pelos pagadores de impostos. Essa foi mais uma. Pois os delinquentes não só se recusam a pedir desculpas como prometem reprisar a afronta quando e onde desejarem.

Não foi uma inspeção de obras. Foi uma sequência de comícios. Segundo a lei, isso só poderia acontecer depois de 5 de julho de 2010. O presidente do Supremo, ministro Gilmar Mendes, não fez mais que enxergar o vale-tudo. Foi convidado por Marco Aurélio Garcia, uma abjeção homiziada no Planalto, a manifestar-se apenas nos autos dos processos. Tarso Genro, um bacharel de grotão que desonra o Ministério da Justiça, autorizou o presidente infrator a continuar delinquindo.  “Os home estão ficando nervoso porque estamo inaugurando obra”, berrou em Belo Horizonte o Exterminador do Plural.

Na farra do São Francisco, o governante em trânsito não inaugurou obra nenhuma. Não havia nada a inaugurar, além de tendas de sheik de araque improvisadas no sertão. Se mentira desse cadeia, o condutor do rebanho e os devotos da comissão de frente estariam todos condenados à prisão perpétua. Excitados pela sensação de impunidade, já passaram ao furto ostensivo. O ministro Guido Mantega confessou há dias o desvio de R$ 3 bilhões das restituições do Imposto de Renda para socorrer o caixa esvaziado pelos pródigos incuráveis. Lula desmentiu a confissão com outra mentira, prontamente avalizada pelo subalterno.

O golpe só mudou de cara. Em vez de simplesmente adiar a restituição, a Receita Federal resolveu obstruir o caminho do pagamento com cobranças impertinentes, dúvidas improcedentes e outros truques cafajestes. Enquanto esperam, os homens comuns continuam extorquidos pela retenção do imposto na fonte. Não faltou verba para a gastança no São Francisco.

O brasileiro padrão não sabe que é o patrão do país, que é dono do próprio destino e que o empregado é o governo. Enquanto acreditar na existência de homens providenciais, será enganado até por oportunistas que não sabem ler nem escrever.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    carlos nascimento

    Caro Thuya,
    Definição de “lula” .- molusco marinho da classe dos cefalópodes.
    Continuará ” M O L U S C O”, pegajoso.
    Abraços
    Carlos Nascimento.

    Curtir

  2. Comentado por:

    Pedro Henrique

    O Governo tem bilhões para as Olimpiadas, empresta para o FMI, veta aderrubada do Fator Previdenciário. Quanto ganha o Luladrão só de aposentadoria por invalidez?
    Sem falar na pensão por perseguição política (?), sem falar das diárias de viagem, sem falar no salário de Presiausente e os por fora?
    Brasilzilzilzil.

    Curtir

  3. Comentado por:

    jorge

    Nós povo podemos pedir o impedimento do presidente, basta união. Essa falácia da popularidade de 80% não dá o direito desse déspota fazer o que bem entende. Não sei como fazer, mas algum jurista, ou voce, augusto pode me dizer como se faz? Pelo menos seria uma forma de protesto.
    Chega desse megalomaníaco achar que é deus, jesus. Isso é um afronta.
    Caro Jorge, o melhor caminho é a eleição. A turma do PT para de falar em pesquisa quando alguém lembra que a popularidade do Lula (não chega a 80 por cento nem contando mortos) não impede que o Serra continue na liderança folgada. Hoje, um deputado de Araraquara me contou que a pesquisa mais recente na cidade registrou 60% de aprovação ao governo Lula e 60% de intenção de voto no Serra. A oposição só não ganha da Dilma se fizer muita força pra perder. É verdade que a oposição é boa nessa modalidade, certo, mas repito: precisa fazer muita força. abração, Augusto

    Curtir

  4. Comentado por:

    Victor

    Quanto mais miseravel, sem esperanças, faminto, e ignorante , melhor….
    É por isto que estes canalhas , mantem o celeiro de votos no Norte e Nordeste do País.
    As mulheres do Maranhão não tem condiçoes de fazer uma Mamografia, exame preventivo de cancer de mama obrigatorio a partir dos 40 anos de idade.
    Roseana Sarney , assim como sua projenitora e ilustre papai, não deicham de fazer seus exames medicos nos melhores medicos e hospitais de São Paulo, assim como o Vice prersidente e agora o Itamar.
    Não construiram hospitais de qualidade nos seus proprios estados , nem para seu uso proprio .
    Cada povo tem o politico que merece, e eis aí por que continuam se elegendo eternamente…

    Curtir

  5. Comentado por:

    renato

    Cheguei ao seu blog através do blog de economia Mao Visivel. E este texto nao poderia jamais deixar de parabenizar. Depois de Reinaldo Azevedo e toda a “polemica” gerada por seu modo sincero e pouco comum de escrever na imprensa, imaginei que a VEJA nao teria coragem de por mais alguem capaz de escrever o que precisa ser escrito sem medo da ditadura politicamente correta e dos PTrulheiros… que assolam este país.
    Esta perfeito, do inicio ao fim.
    Parabens! Este blog ganhou um fã
    abracos
    Bem-vindo, Renato. E grato pela força. Estamos — o Reinaldo, você, os comentaristas e eu também — numa boa briga. Vale a pena. Sinta-se em casa. abraços, Augusto

    Curtir

  6. Comentado por:

    Basilio Sosa Sosa

    É triste e lamentável que no Brasil assim como noutros diversos países da América Latina o afã por mudanças tenha levado o seu povo, em grande maioria, desprovidos de educação e por via de consequência sem nenhum censo de cultura a através de “voto à cabresto” – obrigatório – a eleger mediante eleições igualmente conduzidas ou induzidas, os eternos e fracassados socialistas/comunistas que além de mal intencionados especializam-se “finamente” na “faxina” cerebral das massas levando-as a serem verdadeiras “carnes-de-canhão”, na execução de seus vis propósitos e que obviamente nada têm a ver com os veiculados nas suas campanhas eleitorais.

    Curtir