Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Oliver: Pau que nasce torto

VLADY OLIVER Neste turbilhão de dejetos jogados no ventilador, alguém aí pode me dizer o que realmente importa? No momento, é o aparelhamento vergonhoso da PF pelo PT. É o acobertamento pusilânime dos juízes em Berlim das delações premiadas da Lava Jato. O que já se sabe derrubaria três governos igual a este, mandaria para […]

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 00h33 - Publicado em 5 set 2015, 13h08

VLADY OLIVER

Neste turbilhão de dejetos jogados no ventilador, alguém aí pode me dizer o que realmente importa? No momento, é o aparelhamento vergonhoso da PF pelo PT. É o acobertamento pusilânime dos juízes em Berlim das delações premiadas da Lava Jato. O que já se sabe derrubaria três governos igual a este, mandaria para a cadeia duas dezenas de “presidentas” e fecharia uma dúzia de lavanderias criminosas montadas pelo partido da estrelinha na cueca, incluindo aí a proscrição do próprio partido da estrelinha na cueca e seus bandidos com mandato. Não é pouco.

Fico me perguntando como o Congresso e outras casas de tolerância ousam exibir essa convivência plácida e pacífica com esse tipo de meliante e suportam diariamente as investidas dos jagunços travestidos de políticos, convencidos de que podem levar um governo no grito. Dona Duchefe já mandou avisar que não tem mais nada para cortar no governo, além do ministro levinho e seu cacarejo bancário indecente. Lulão inflado – não o bonecão; o outro – voa para Brasília em jatinhos que ninguém sabe quem paga e ninguém investiga.

Me espanta que o juiz Sergio Moro seja aplaudido de pé nos eventos de que participa, mas continue sozinho na cruzada pela moralidade do país. É impressionante a sua coragem. Alguém aqui acredita mesmo que o lulão inflado – não o vagabundo; o boneco – tenha sido abatido a golpes de faca apenas por desentendimento ideológico? Ou será que a NOSSA GRANA, fartamente desviada para um projeto de poder marreta e para sustentar essa corja no grito, está sendo usada para pagar a militância rumbeira contra nós?

A economia do país se esfacelando e os caras com salvo-conduto para usar nosso dinheiro contra as nossas liberdades democráticas? Para nos intimidar? A situação é grave, senhores. Este governo precisa ser DESCONSTRUÍDO e não será o clube de senhores aboletados no Legislativo a fazê-lo; muito pelo contrário. Venho insistindo aqui: precisaríamos de ajuda internacional para fazê-lo, inclusive. Incluir o Brasil no rol de países que colaboram com suas polícias e com a inteligência para desmantelar essas quadrilhas e seus elos mundo afora.

Com certeza descobriríamos o tamanho e a abrangência dessa lixarada espalhada pela latrino-américa, só para ficar pela vizinhança. Há conexões com outras ditaduras no mundo, meus caros. Ou será que foi por simpatia que o país tentou minar nossas pontes com os Estados Unidos para levá-las para a China? Eu mesmo – que não sou jornalista nem nada – conheço casos escabrosos de direcionamento ideológico de investimentos feitos aqui no Brasil, por chineses e afins. Propina paga para se instalar por aqui.

Não somos um cemitério de tecnologia à toa. Fazemos parte da ordem mundial para comprar terrenos no céu e similares. Somos feitos de idiotas e ninguém reclama. É claro que alguém aqui sempre vai perguntar: Eaí? Qual é o caminho a seguir? Transparência, meus caros. Duvidem de políticos que querem esconder a verdade de seus eleitores. Que querem manipular a opinião pública. Que querem minimizar a profundidade e a abrangência com que nos bateram a carteira.

Acho que os líderes dos movimentos pelo impeachment deveriam movimentar a sociedade para criar organismos suprapartidários de controle desses políticos. Jogar a cara deles no ventilador para vermos o que explode na sala. Aposto que ninguém ia aguentar o cheiro de seus currículos e prontuários. Eles não nos dão saídas institucionais de propósito. Não querem ser monitorados pela sociedade que paga as contas. Não querem mostrar que, neste exato momento, estão acertando a partilha do governo e a divisão do butim que amealharão com a queda dessa Bastilha.

Abre o olho, Brasil. Se não for agora que nos tornaremos uma nação, não será nunca. Acorda para a defesa do seu país, eleitor otário. Você foi feito de besta por uma tal de Smartmatic e ninguém quer te contar. Por uma tal de VTPB e ninguém quer te contar. A imprensa ESCONDE isso de você. Cobre dela A VERDADE. Quando a verdade vier à tona, essa dona será arrancada do palácio à pauladas. Alguém aqui duvida?

Continua após a publicidade
Publicidade