Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

O abraço das afogadas

Erenice Guerra é o nervo exposto de Dilma Rousseff. É a chaga viva, a ferida que não cauteriza, o estigma irremovível, a cicatriz riscada a faca. Por vontade de Dilma, Erenice acumulou durante sete anos o posto de braço-direito e a chefia da quadrilha formada por parentes e agregados. Quando Dilma deixou o gabinete, foi […]

Erenice Guerra é o nervo exposto de Dilma Rousseff. É a chaga viva, a ferida que não cauteriza, o estigma irremovível, a cicatriz riscada a faca. Por vontade de Dilma, Erenice acumulou durante sete anos o posto de braço-direito e a chefia da quadrilha formada por parentes e agregados. Quando Dilma deixou o gabinete, foi a pedido da Mãe do PAC que Lula instalou no comando da Casa Civil a Mãe da Bandidagem.

No palácio abandonado pelo rei do palanque, Erenice mandou e desmandou desde o começo da campanha. Acobertou negociatas, transformou o gabinete em gazua a serviço do filho arrombador de cofres, foi coiteira dos larápios de estimação, ganhou dinheiro sujo como nunca. Livre de vigilância, sem medo de castigos, assumiu interinamente a Presidência e expandiu as fronteiras da capitania envilecida. Anexou a Anac, a Infraero, o Ministério de Minas e Energia. Foi ela quem expropriou os Correios e escolheu a nova diretoria da estatal hoje em avançado estado de decomposição.

Agora, açulada por ciros e dirceus, Dilma tenta repetir o velho truque: acusar o adversário de fazer o que faz o PT. O candidato da oposição deve deter imediatamente a ofensiva dos prontuários. Se alguém no PSDB cometeu crimes, que seja punido já. Se a denúncia é caluniosa, que acione a Justiça. Em qualquer hipótese, o país que pensa exige que Serra introduza no próximo debate na TV, numa das perguntas de um minuto, o escândalo da Casa Civil.

Cinquenta segundos bastarão para o resumo da ópera. Foi Dilma quem pariu, criou e protegeu Erenice Guerra. Foi a herdeira do pajé da tribo do mensalão quem transformou em sucessora a matriarca da família fora-da-lei. Durante sete anos, sempre juntas, as melhores amigas fizeram compras e dossiês. Sempre juntas, trancaram numerosos esqueletos no armário. Mas Dilma jura que Erenice roubou sozinha.

Feita a sinopse, Serra precisa apresentar à oponente as três opções possíveis. Se nunca suspeitou das bandalheiras na sala ao lado, Dilma é uma administradora inepta, incapaz de selecionar assessores e, portanto, despreparada para chefiar o governo. Se desconfiou de algo e não agiu, pecou por leniência e está, portanto, desqualificada para o cargo. Se descobriu alguma patifaria e preferiu calar-se, é cúmplice ─ e lugar de comparsa é o banco dos réus, não um palanque.

Nos 10 segundos restantes, bastará a Serra perguntar se Dilma sabia ou não sabia das bandalheiras protagonizadas pela melhor amiga (e repetir a pergunta, para que ela não finja que não entendeu). Qualquer que seja a resposta, será consumado o abraço das afogadas.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    Catilina

    o QUE É QuE SOMOS? uM POVO ou um nova espécie de RATOS?

    Curtir

  2. Comentado por:

    Sidney

    Dizem nos corredores das revistas semanais que a bomba ainda está por vir, e, atingiria o nervo exposto na arcada dentária PeTralha. Trata-se de referências de contas bancárias da Criatura ( Elenice ) no exterior. Se isso ocorrer – acredito que sim, sepultará por completo a candidatura da Criadora. Vamos esperar. A colheita tem relação natural com a semeadura, disse-me uma vezJanio Quadros. Boa noite.

    Curtir

  3. Comentado por:

    Heriberto Fernandes de Araújo

    O Dilmasia,tem uma cara de uma grande mentirosa, e tem pastores que estão indo na onde desta nova evangelica diaraque, de ateu passou a crente, quero dizer que quando compartilhamo com a mentira estamos dando ao pai da mentira espaço, quero dizer aos meus irmãos em Cristo, não vão na onda daquele que quer distruir a Igreja Espiritual, Jesus é vitorioso e a Igreja também, não de véz ao diabo, Jesus resistiu todas suas investidas, e deu a ele o titulo de o pai da mentira, e que a verdade não estava nele, pois ele falava do que lhe é proprio. Irmãos vamos com Serra, para o bem da nação, e da proclamação do evangelio de Jesus Cristo, que a benção do Senhor esteja sobre a Igreja e o Brasil. Até as crianças quando diz uma mentira, elas na sua inocencia sentem vergonha, quanto mais uma que quer ser presidente.

    Curtir

  4. Comentado por:

    lúcia

    Um detalhe que não li na imprensa(depois do flagra na quadrilha) sobre esta senhora,é que ela esteve ali ali para ser indicada para o TCU,seria mais uma raposa no galinheiro.

    Curtir

  5. Comentado por:

    jurandy francisco

    Se, em um debate, o Serra expor toda esta bandidagem na TV, havera uma corrida geral para as farmácias: todos a procura de medicamento anti-vômitos!! que nojeira!
    Repetindo o jargão do melhor ancora do jornalismo brasileiro: ISTO É UMA VERGONHA!

    Curtir