Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Coroinha pilantra

“E quando for provado que as palestras foram pagas e efetivamente dadas? E quando for mostrado que não tem nada a ver o trabalho que a Odebrecht fez lá em Atibaia com a Petrobras? Aí será tarde. Estão criando no Brasil uma espécie de neofascismo”. Gilberto Carvalho, coroinha de missa negra, conhecido na Polícia Federal e […]

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 23h20 - Publicado em 8 mar 2016, 22h42

“E quando for provado que as palestras foram pagas e efetivamente dadas? E quando for mostrado que não tem nada a ver o trabalho que a Odebrecht fez lá em Atibaia com a Petrobras? Aí será tarde. Estão criando no Brasil uma espécie de neofascismo”.

Gilberto Carvalho, coroinha de missa negra, conhecido na Polícia Federal e na Odebrecht pela alcunha de “Seminarista”, em entrevista à Folha desta segunda-feira, sem esclarecer se também será provado que a roubalheira na Petrobras não existiu.

Publicidade