Clique e assine com 88% de desconto
Alberto Carlos Almeida Por Alberto Carlos Almeida Opinião política baseada em fatos

Fiasco dos democratas nos EUA

Péssimo início para o partido que deseja derrotar Trump

Por Alberto Carlos Almeida - Atualizado em 4 fev 2020, 15h40 - Publicado em 4 fev 2020, 15h24

Diante da incapacidade dos democratas em contarem e divulgarem o resultado das primárias de Iowa, o presidente Trump declarou: “São esses que querem administrar o sistema de saúde de um país inteiro”. A piada de Trump acerta no alvo valorizado pelos eleitores republicanos: o bom gerenciamento dos recursos públicos. Se um partido não consegue ele próprio tocar de forma eficiente sua eleição interna, gastando com bons fornecedores privados de aplicativos, o que dizer de um sistema público muito mais amplo e complexo.

Pesquisas mostram que os norte-americanos confiam mais no voto no papel do que no voto eletrônico. O voto pela internet é o menos confiável de todos. Essa grave crise que envolve um software contratado pelo partido de Obama pode resultar em perda de credibilidade do processo eleitoral como um todo. As sementes estão plantadas na opinião pública, o episódio de Iowa apenas as fertiliza e dá força.

As primárias de Iowa só são comparáveis no poder que têm de influenciar a escolha dos candidatos à Super-terça, quando quinze estados realizam primárias. Em 2020, Iowa ficou espremida na mídia pelo julgamento do impeachment de Trump, pelo Super Bowl e pelo discurso do State of the Union. Agora, com esse fiasco na apuração, mais de doze horas de atraso na divulgação dos resultados, Iowa pode realmente ter menos impacto do que nos anos anteriores. Parece que o comparecimento dos democratas foi baixo. A ver o que ocorrerá.

Publicidade