‘É preciso considerar o fator emocional’, diz criador da dieta Dukan

Em entrevista ao site de VEJA, o médico francês Pierre Dukan, autor do best-seller 'Eu não consigo emagrecer', fala sobre por que as celebridades seguem sua dieta, critica os nutricionistas e aponta falhas no método de emagrecimento criado pelo falecido cardiologista Robert Atkins

Criada pelo nutrólogo francês Pierre Dukan, a Dieta Dukan ganhou visibilidade por supostamente ajudar celebridades como Jennifer Lopez e Penélope Cruz a perderem peso após a gravidez. Segundo a imprensa britânica, a duquesa de Cambridge, Kate Middleton, teria perdido sete quilo graças à dieta antes do casamento real, o que fez com que ela ficasse conhecida também como Dieta da Princesa. No Brasil, há 23 semanas o livro Eu não consigo emagrecer (Editora Best Seller, 308 páginas), no qual Dukan descreve a dieta, está na lista dos mais vendidos de VEJA, e chegou ao primeiro lugar na categoria autoajuda.

As quatro fases da Dieta Dukan

PRIMEIRA FASE – ATAQUE

A primeira fase consiste no consumo exclusivo de proteína, por um período de três a sete dias, dependendo da quantidade de quilos que se deseja perder. Dentre os alimentos permitidos, estão carne bovina, frango, ovos, peixes, tofu e laticínios sem gordura, e é permitido comer o quanto quiser. São recomendados 20 minutos de exercícios diários.

SEGUNDA FASE – CRUZEIRO

Na segunda fase são mantidas as recomendações e alimentos da primeira fase, mas com adição de todos os legumes e verduras. São recomendados 30 minutos de exercícios.

TERCEIRA FASE – CONSOLIDAÇÃO

É uma fase de transição entre a dieta restritiva e a normal. Na terceira fase deve-se adicionar aos alimentos já consumidos duas frutas por dia, duas fatias de pão integral, uma porção de queijo (40 gramas) e uma porção de carboidratos duas vezes por semana, como massa ou arroz. São adicionadas, duas vezes por semana, as chamadas “refeições de gala”, na qual a pessoa pode comer o que quiser, mas não pode repetir o prato. São recomendados 25 minutos de exercícios diários.

QUARTA FASE – ESTABILIZAÇÃO DEFINITIVA

Essa fase deve ser seguida por toda a vida. É permitido comer normalmente, mas em um dia da semana deve-se ingerir apenas proteínas, como na primeira fase. São recomendados 20 minutos diários de atividade física.

Trata-se de uma dieta restritiva, dividida em quatro fases. Segundo o autor, as duas primeiras são voltadas para o emagrecimento e as duas seguintes para a estabilização do peso. De início, recomenda-se o consumo exclusivo de proteínas e, aos poucos, adicionam-se os demais alimentos, até a quarta e última fase, que deve ser seguida por toda a vida. Nesta etapa, a pessoa pode comer o que quiser, mas precisa seguir algumas regras, como se alimentar apenas de proteínas uma vez por semana e fazer 20 minutos diários de exercícios físicos.

Sem inovação – Com pequenas adaptações, o método Dukan é muito semelhante a outros que ficaram famosos no passado, como a dieta Atkins e a South Beach. A primeira, desenvolvida pelo cardiologista americano Robert Atkins (1930-2003), foi considerada revolucionária nos anos 70, e tem como princípio a redução do consumo de carboidratos, que seriam substituídos por proteínas e gorduras. Já a South Beach, criada há dez anos por Arthur Agatston, também cardiologista americano, recomendava o corte de proteínas e gorduras na primeira de três fases.

Desde 2010, a Dieta Dukan figura na lista das “Cinco piores dietas das celebridades que não devem ser seguidas”, elaborada pela Associação Britânica de Dietistas (British Dietetic Association), tendo ficado em primeiro lugar nos últimos dois anos.

Para os endocrinologistas Walmir Coutinho e Márcio Mancini, ambos da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (Sbem), a dieta Dukan não passa de uma nova moda, sem comprovações científicas. “Apesar de todas as criticas feitas à dieta de Atkins, uma coisa é certa: ele inovou, mostrou que é possível emagrecer através de uma dieta com gordura e proteína. Depois disso, diversos médicos escreveram livros e exploraram sua descoberta sem nenhum conhecimento novo. Essas dietas nada mais são do que adaptações com pequenas variações de Atkins”, afirma Coutinho.

Segundo ele, qualquer dieta que imponha uma restrição alimentar é capaz de promover o emagrecimento em curto prazo, mas os maiores problemas são a manutenção do peso e as possíveis consequências para a saúde de tal restrição, como a perda de massa magra e o consumo excessivo de sal, no caso de Dukan. O próprio Dukan admite que, no começo, o programa pode ter efeitos colaterais, como mau hálito e constipação.

Em entrevista ao site de VEJA, Pierre Dukan, que está no Brasil para o lançamento de seu novo livro, O método Dukan Ilustrado (Editora Best Seller, 288 páginas), explica detalhes sobre sua dieta e rebate algumas das críticas recebidas.

Por que a sua dieta ganhou tantos adeptos mundialmente? Ela leva em consideração um detalhe muito importante: o fator emocional. Há alguns anos, o ser humano era visto como um motor. Você colocava combustível, ele funcionava. Isso era um desastre, essa teoria não leva em consideração que as pessoas têm sentimentos que afetam a forma de se alimentar. Uma das primeiras respostas às dificuldades da vida é comer – comer é fácil, não é muito caro e é viciante. Na dieta que desenvolvi, você tem uma estrutura, um mapa de como ela funciona. Na primeira fase, os resultados são muito rápidos: pode-se perder dois quilos em quatro ou cinco dias. E isso é algo anti-stress, já que você sobe na balança e descobre que a dieta é sua amiga. Além disso, tem a questão da quantidade do que se come. É possível comer uma porção grande, se a pessoa quiser. Um grande aliado da dieta é se sentir satisfeito, quando a pessoa não come o bastante, ela não consegue continuar. É possível evitar a vontade de comer doces, por exemplo, mas não a fome. A fome é biológica.

Como a dieta age fisiologicamente no organismo? Quando se come só proteínas, além de promover a saciedade, o organismo gasta mais calorias para digerir proteínas do que carboidratos e gorduras. E quando as pessoas comem um grande pedaço de carne, elas param. Mas quando se come pão ou macarrão, é mais difícil parar de comer.

Se a dieta Dukan deve ser mantida por toda a vida, ela deve ser considerada uma reeducação alimentar e não uma dieta? Não é mesmo uma dieta. Imediatamente após atingir o peso desejado, não se está mais de dieta, porque a terceira fase tem proteínas, vegetais, frutas, pão, queijo, carboidratos e refeições de gala. É uma dieta normal. E depois disso, na quarta fase, não é uma dieta de forma nenhuma, existe só um dia de proteína. Um dia na semana não é muito. Uma boa dieta é uma dieta que, quando acaba, você aprende alguma coisa. E o aprendizado da minha dieta é: menos carboidratos e um pouco mais de vegetais e proteínas. Só um pouco mais. E para quem não quiser comer carne, existe o tofu e outros produtos para vegetarianos.

Não consumir determinados tipos de alimentos, como os carboidratos, pode ser um problema para a saúde? Em primeiro lugar, minha dieta, mesmo nos primeiros dias, não é sem carboidratos. Existem carboidratos em dois produtos: a aveia e os derivados do leite. Também existe gordura em peixes e carnes, mas em uma quantidade menor. Em segundo lugar, nos dias de hoje, as pessoas não se movimentam muito, então não precisam tanto de carboidratos como há 50 anos.

Quais são os efeitos colaterais da dieta? Perder peso muito rápido pode causar mau hálito. Se a pessoa não ingerir líquido o suficiente, ela pode ter dificuldades para evacuar. Além disso, é possível apresentar fadiga nos primeiros dias, dependendo da alimentação que se tinha antes da dieta e da pressão sanguínea de cada um.

Mas se é uma dieta segura, por que tem efeitos colaterais? Os efeitos colaterais são apenas aquelas pequenas coisas que eu mencionei, mas não há nenhuma consequência séria para a saúde. É preciso considerar que existe um problema e um remédio. Eu nunca ouvi falar de alguém que morreu com essa dieta, mas com diabetes e obesidade as pessoas morrem todos os dias. Por outro lado, existem benefícios. Após começar a dieta observa-se uma redução do diabetes, da pressão sanguínea, de problemas nas articulações e da apneia do sono.

A Associação Britânica de Dietistas considerou a dieta Dukan a número um a não ser seguida. O que o senhor tem a dizer sobre isso? Essas pessoas não são médicos, são nutricionistas. Estão muito bravos comigo porque eles perdem dinheiro quando as pessoas preferem comprar o meu livro a ir ao nutricionista. Os nutricionistas dizem “mil calorias por dia” e entregam um papel impresso para a pessoa. Eles dizem que a minha dieta é uma dieta para as celebridades. Algumas celebridades estão seguindo a dieta, mas eu não a fiz para celebridades. Não quero me gabar, mas acho que neste século não há outro médico que vendeu tantos livros de dieta. Mesmo Atkins, que era famoso em sua época, não vendeu tantos livros. Se vendi um milhão de livros, não é sem razão, é porque as pessoas dizem aos amigos: “Eu fiz essa dieta e ela funciona. Você pode fazer também”.

Qual é a principal diferença entre a dieta Dukan e a dieta Atkins? Atkins recomenda o consumo de proteínas o quanto cada um desejar, mas ele diz o mesmo para a gordura. Na dieta dele é permitido comer manteiga e óleo, por exemplo, e para mim, nas primeiras etapas, não. A segunda diferença é que a dieta Atkins para após a segunda fase e ele diz “Se controle, faça exercícios e tome cuidado”, mas “Tome cuidado” não é um programa. Essa é a grande diferença. Mas eu respeito Atkins. Eu o conheci em Nova York, era um homem muito interessante. Eu perguntei a ele “Por que você disse que não tinha problema ingerir gorduras?”. Ele disse que acreditava que a gordura não era o problema, mas é um problema para o coração. Agora há um novo programa Atkins que reduz a gordura, assim como eu. Além disso, ele não aprovava os vegetais, porque eles têm carboidratos, mas é difícil fazer uma dieta sem vegetais.

As pessoas voltam a ganhar peso quando chegam à última fase da dieta? Durante a quarta fase é normal ocorrer um ganho de peso lento, de 100 a 300 gramas durante a semana, mas quando chega a quinta-feira, em que se come só proteína, esse ganho é reduzido a zero. Por isso não se deve deixar de seguir a regra das quintas-feiras de proteína, para não acumular peso novamente. Após dois a três meses isso se torna automático, não é um problema.

Correção: A reportagem afirmava que a modele Gisele Bündchen era adepta da dieta Dukan. Segundo a assessoria da modelo, “Gisele não é adepta e desconhece a Dukan Diet. A modelo mantém a sua boa forma com uma alimentação saudável e rotina de exercícios e leva o assunto saúde muito a sério.”