Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasil lidera o ranking mundial de cirurgias plásticas

País supera pela primeira vez os EUA em número de procedimentos. Em 2013, o Brasil realizou 13% de todas as operações para fins estéticos feitas no mundo

Pela primeira vez, o Brasil superou os Estados Unidos como o líder mundial em número de cirurgias plásticas. Em 2013, o país realizou 1,49 milhão de operações, quase 13% do total mundial – em território americano, foram 1,45 milhão. Em terceiro lugar está o México, com 486.000 cirurgias.

Os dados fazem parte de um relatório da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (Isaps, na sigla em inglês) divulgado na terça-feira. De acordo com o levantamento, as cirurgias plásticas mais comuns no Brasil em 2013 foram a lipoaspiração (228.000), o implante de silicone nas mamas (226.000) e a operação para elevar os seios (140.000).

O Brasil é líder mundial em dez dos dezenove tipos de cirurgia listados no relatório, incluindo rinoplastia (77.224), rejuvenescimento vaginal (13.683), aumento dos glúteos (63.925) e transplante capilar (8.319).

Leia também:

Cirurgias plásticas: começou a temporada de busca pela perfeição

Ranking – No mundo, as cirurgias plásticas mais comuns em 2013 foram o aumento das mamas, a lipoaspiração e a operação para levantar as pálpebras. As mulheres corresponderam a 87,2% de todos os procedimentos estéticos, cirúrgicos e não cirúrgicos, realizados no ano passado em todo o mundo.

Embora o Brasil tenha ultrapassado os americanos em número de cirurgias plásticas, os Estados Unidos ainda são líderes em relação aos procedimentos estéticos não cirúrgicos, como aplicação de botox, por exemplo. O país realizou 3,9 milhões de procedimentos do tipo no ano passado, contra 2,1 milhões no Brasil.

(Com Estadão Conteúdo)