Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vereador quer fim das cotas raciais e do Dia da Consciência Negra

Líder do MBL, Fernando Holiday (DEM) critica homenagem a Zumbi dos Palmares e diz que reservar vagas no serviço público reforça racismo

No terceiro dia como vereador de São Paulo, Fernando Holiday (DEM), de 20 anos, afirmou nesta quinta-feira, em entrevista à TV Câmara, que vai apresentar propostas para revogar o Dia da Consciência Negra e o fim das cotas raciais em concursos públicos municipais da capital.

Negro, Holiday é um dos líderes do Movimento Brasil Livre (MBL), que ganhou projeção nas manifestações pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff. Ele foi eleito com pouco mais de 48.000 votos.

As propostas estavam entre as principais bandeiras de sua campanha.  Em novembro do ano passado, ele já havia publicado em sua página no Facebook que era um “um absurdo” existir uma data como o Dia da Consciência Negra, que “homenageie um homem assassino escravagista”. O dia 20 de novembro foi escolhido como homenagem a Zumbi dos Palmares, líder do Quilombo dos Palmares, assassinado neste dia.

“É um debate que há muito tempo venho encampando, contrário às cotas, porque acredito que elas reforçam o racismo ao invés de ajudar os negros. O Dia da Consciência Negra é um feriado complicado, que muitas vezes atrapalha esse combate (contra o racismo)”, disse.

A lei que instituiu o Dia da Consciência Negra é de âmbito federal e foi sancionada por Dilma no dia 10 de novembro de 2011. No entanto, cabe aos municípios ou Estados decidir se o dia deve ou não ser feriado, como o é em São Paulo pela lei municipal 13.707 promulgada pela ex-prefeita Marta Suplicy, em janeiro de 2004.

Outra ideia defendida pelo parlamentar é a proibição de homenagens em sessões solenes a ditadores e genocidas “ou qualquer personagem ou fato histórico que tenha atentado contra os direitos humanos e a liberdade em algum momento da história.

“Já protestei na Câmara contra uma homenagem que fizeram a Fidel Castro em uma sessão solene que teve. Pretendo trazer essa experiência e esse idealismo para dentro da Câmara, uma casa legislativa que é a casa do povo, para que respeite as liberdades também quando for homenagear alguém”, afirmou. Holiday não citou outras personalidades que poderiam ter homenagens barradas.

(Com Estadão Conteúdo) 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Francisco Ferreira

    Este rapaz tá certo

    Curtir

  2. Adilson Silva

    Parabéns! Eu se fosse negro também exigiria o fim das cotas. O negro não é menos inteligente que os brancos ou amarelos, azuis! Se tem que ter alguma cota, são para pessoas de baixa renda, que não tiveram acesso a ensino de qualidade.

    Curtir

  3. YOUSSEF NASER ISSA

    enfim um politico que sabe usar bem o seu cérebro.

    Curtir

  4. Adilson Silva

    Não deveria ter essa de crime contra o racismo e sim crime contra o preconceito! Preconceito por características como: cor, gordo, careca, chines, japonês, português, baixinho, gay, idade! Aí sim. O racismo por si só já é errado, pois são todos, todos da mesma raça, a raça humana! Não existe essa de raça negra, amarela, parda…isso tá errado. São todos humanos! Se tirar a pele, todos são iguais por baixo.

    Curtir

  5. Michel Santos

    Essa iniciativa merece meus parabéns! Esse vereador realmente é o melhor político que eu conheço, ele tem propostas muito boas,, E que a esquerda continue a perder cada vez mais espaço, dando lugar ao liberalismo clássico,, liberdade é oque queremos!

    Curtir

  6. Adilson Silva

    O IBGE ainda coloca: cor…preto, pardo branco, isso tá errado! Não conheço ninguém que seja preto ou branco ou pardo. Quem inventou isso aí deveria ser demitido. Existe o negro, o moreno, o claro…!

    Curtir

  7. Adilson Silva

    Parabéns, Fernando! Mostre que você é uma pessoa de valor, que merece respeito!

    Curtir

  8. Thomas Almeida

    So’ pra deixar bem claro um ponto importante: Em termos de “classificação humana” so’ existe UMA raça, a raça humana, o que existe sao pessoas de diferentes etnias…ponto.
    Concordo plenamente com Fernando Holiday.

    Curtir

  9. daniel camilo do rosario

    Holiday está agindo igual a Barack Obama que em sua gestão os negros mais sofrerão. Será que eles tem vergonha da cor da pele? Holiday deveria legislar para mudar o ensino, para melhor, em sua cidade e dar o ex: para o Brasil. Mas prefere acabar com as cotas e deixar tudo por isso mesmo. O sábio às vezes enlouquece se não se dominar.

    Curtir

  10. daniel camilo do rosario

    Corrigindo: “….os negros mais sofreram.”

    Curtir