Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Artistas pedem ao Congresso a anulação de decreto sobre Amazônia

Suzana Vieira, Alessandra Negrini, Christiane Torloni e Xande de Pilares e outros entregam 1,5 milhão de assinaturas contra a extinção de reserva de cobre

Um grupo de artistas entregou nesta terça-feira ao presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), e ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), um abaixo-assinado com mais de 1,5 milhão de assinaturas para pedir a revogação do decreto do presidente Michel Temer (PMDB) que extingue a Reserva Nacional do Cobre e Associados (Renca), localizada entre os estados do Amapá e do Pará, e abre espaço para a mineração privada na região.

Entre outros, estavam nos encontros as atrizes Susana Vieira, Christiane Torloni e Alessandra Negrini, o rapper Rappin’ Hood, o sambista Xande de Pilares, o roqueiro Tico Santa Cruz e a produtora cultural Paula Lavigne, responsável por entregar o documento e as reivindicações do grupo aos líderes do Legislativo.

No fim de agosto, o governo publicou um decreto extinguindo a Renca e foi imediatamente alvo de protestos de entidades ambientalistas e de celebridades do peso da modelo Gisele Bündchen, da atriz Sonia Braga e da cantora Ivete Sangalo. Diante da repercussão negativa, Temer editou novo decreto para, segundo ele, explicar melhor o que pretendia o governo, mas a medida não aplacou as críticas. Então, o Ministério de Minas e Energia publicou uma portaria para suspender por 120 dias os efeitos do decreto para que, nesse período, houvesse debate sobre o tema.

Os artistas, que estavam acompanhados de representantes de entidades ambientais e da causa indígena, leram uma carta. “Esta comitiva representa uma parcela muito importante da população. Somos milhares de pessoas, num encontro de amor suprapartidário, a favor dos parlamentares que defendem a Amazônia, que está no Brasil sob a nossa guarda”, disse Christiane Torloni.

Paula Lavigne pediu a Eunício que pautasse a urgência do projeto de decreto legislativo do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) que revoga os efeitos do decreto presidencial – o político do Amapá estava com o grupo. “É a maneira mais segura para anular o decreto”, afirmou a produtora cultural.

Artistas se reúnem com o presidente do Senado

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), recebe artistas contrários a decreto de Temer sobre mineração na Amazônia (Marcos Brandão/Ag. Senado)

“Essa matéria será pautada. Acho que temos que resolver isso em trinta dias aqui na Casa. Vou fazer, na reunião de líderes, ponderações com relação ao que ouvi para que a gente tome uma posição com clareza. Se dependesse só do meu voto, estava tudo resolvido”, disse Eunício. “Saímos daqui satisfeitos com o compromisso que ele firmou”, afirmou Randolfe.

Clique na foto e leia especial de VEJA sobre o que pensam índios e castanheiros que vivem na Renca (Egberto Nogueira/Imãfotogaleria/VEJA)