Mais Lidas

  1. Justiça bloqueia bens do senador Lindbergh Farias

    Brasil

    Justiça bloqueia bens do senador Lindbergh Farias

  2. Temer monta seu governo: “Quero entrar para a história”

    Brasil

    Temer monta seu governo: “Quero entrar para a história”

  3. Lula sempre ganhou mensalinho da OAS, diz empreiteiro

    Brasil

    Lula sempre ganhou mensalinho da OAS, diz empreiteiro

  4. Marcola quer fazer botox

    Brasil

    Marcola quer fazer botox

  5. Irmãs tramam pelo WhatsApp assalto ao próprio pai no interior de São Paulo

    Brasil

    Irmãs tramam pelo WhatsApp assalto ao próprio pai no interior de...

  6. Justiça investiga manobra para reverter extradição de Pizzolato

    Brasil

    Justiça investiga manobra para reverter extradição de Pizzolato

  7. Felipe Melo entra de sola e detona comentarista Neto

    Esporte

    Felipe Melo entra de sola e detona comentarista Neto

  8. Pizzolato: de diretor do Banco do Brasil a auxiliar de pedreiro

    Brasil

    Pizzolato: de diretor do Banco do Brasil a auxiliar de pedreiro

O que está em jogo nesta temporada

- Atualizado em

A 63ª temporada da Fórmula 1 terá início na madrugada deste domingo, em Melbourne, na Austrália, e será a mais longa da história - com a volta do GP do Bahrein e a inclusão do GP de Austin (Texas), serão vinte corridas no ano. O atual bicampeão Sebastian Vettel, da Red Bull, entra como o grande favorito ao título, mas equipes menores como Lotus e Mercedes tiveram bons desempenhos nos testes de pré-temporada e podem surpreender grandes como McLaren e Ferrari.

Com a saída de Rubens Barrichelo, o Brasil terá apenas dois representantes: o pressionado Felipe Massa precisa, assim como seu companheiro Fernando Alonso, ajustar sua Ferrari a tempo para retomar seu lugar de sempre favorita a tíitulo. E Bruno Senna, que ficou com a vaga de Barrichello na Williams, terá uma boa oportunidade para mostrar serviço e se consolidar como bom piloto. A seguir, quem precisa se garantir nesta temporada:
TAGs:
Automobilismo
Bruno Senna
Felipe Massa
Fórmula 1
Sebastian Vettel