Mais Lidas

  1. Sonia Abrão abandona programa após ouvir choro

    Entretenimento

    Sonia Abrão abandona programa após ouvir choro

  2. "Quando encontrar meu corpo, avise meu marido e minha filha"

    Mundo

    "Quando encontrar meu corpo, avise meu marido e minha filha"

  3. Para Lula, eleição de Dilma foi seu erro mais grave, revela novo áudio

    Brasil

    Para Lula, eleição de Dilma foi seu erro mais grave, revela novo áudio

  4. Veja fotos da casa onde adolescente foi estuprada no Rio

    Brasil

    Veja fotos da casa onde adolescente foi estuprada no Rio

  5. Paixão, obsessão e morte

    Entretenimento

    Paixão, obsessão e morte

  6. Comercial chinês de sabão é acusado de ser o mais racista da história

    Mundo

    Comercial chinês de sabão é acusado de ser o mais racista da história

  7. Alvo de investigação, sobrinho de Lula é processado por calotes em série

    Brasil

    Alvo de investigação, sobrinho de Lula é processado por calotes em...

  8. Marido toma gosto e posta nova foto sensual de Luana Piovani

    Entretenimento

    Marido toma gosto e posta nova foto sensual de Luana Piovani

Mulher estuprada em ônibus no Rio lembra 1 hora de terror

Criminoso anunciou assalto por volta das 15h30 de 6ª feira, obrigou o motorista a continuar dirigindo e violentou a vítima na frente dos outros passageiros

- Atualizado em

Vítima conta que foi ameaçada com uma arma na cabeça, antes do estupro
Vítima conta que foi ameaçada com uma arma na cabeça, antes do estupro(Reprodução/TV/VEJA)

A mulher estuprada dentro de um ônibus no Rio de Janeiro contou nesta segunda-feira os momentos de horror que viveu nas mãos do criminoso. O ataque aconteceu na sexta-feira passada. Por volta das 15h30, o bandido entrou no coletivo, sacou uma arma da mochila que carregava e anunciou um assalto. O motorista foi obrigado a continuar dirigindo, enquanto um dos passageiros recebeu a missão de recolher dinheiro, relógios e celulares dos demais.

Assista: Vídeo mostra ação de estuprador em ônibus no Rio

O veículo, que fazia a linha 369 (Bangu-Largo da Carioca), tinha cerca de dez ocupantes. Todos foram levados para o fundo do ônibus - exceto uma mulher. "Ele pegou na minha mão e me levou para um banco perto do motorista, me abraçou e colocou a arma nas minhas costelas. Depois, bateu seis vezes com a arma na minha cabeça", contou em entrevista nesta segunda-feira ao RJTV, jornal local da TV Globo. "Aí, deitou em cima de mim e começou a puxar o meu cabelo. Colocou a arma na minha cabeça e na minha boca", recordou.

Leia: Por dentro da mente de um estuprador

Cerca de uma hora depois, o criminoso saltou do veículo, e todos seguiram para a delegacia. Traumatizada, a mulher violentada não tem mais coragem de andar de ônibus na cidade. "Estou muito chocada com tudo", disse, acrescentando que sua maior preocupação é a filha, que por ser mulher pode estar sujeita a passar pelo mesmo. "É por isso que estou aqui hoje (dando a entrevista), para que isso não aconteça mais."

A Polícia Civil ainda procura pelo suspeito, que tem cerca de 20 anos, tem a pele parda e os cabelos pretos. De acordo com o delegado da 17ª DP (São Cristóvão), Maurício Luciano, as imagens das câmeras de segurança do interior do coletivo captaram imagens tão nítidas do bandido que nem foi preciso fazer o retrato falado dele. As cenas serão divulgadas em breve.

Leia mais:

Leia mais: A crueldade por trás de crimes que assustam o país

Outros casos - Este crime ocorreu pouco mais de um mês depois que uma turista americana foi estuprada por três homens em uma van que passava por Copacabana. A jovem e seu namorado foram mantidos presos no veículo, que passou por três cidades sem que ninguém desconfiasse das sessões de estupro e espancamentos que ocorria em seu interior. Os três acusados foram presos. No último dia 17, outro caso de ataque sexual chocou o Rio. A vítima foi uma garota de 14 anos, estuprada no Leblon, na Zona Sul, no fim da tarde.

Leia também:

Turista americana foi estuprtada oito vezes na van do terror

Acusados de estuprar turista são presos pela polícia do Rio

Universitária relata estupro e acusa quarto integrante da quadrilha da van

Estupro na van: para mãe de Jonathan, crime foi "uma monstruosidade"

TAGs:
Crime
Estupro
Rio de Janeiro