Cidades

Mais um ônibus é queimado em SP - já são 11 esta semana

Novo ataque ocorreu em Ferraz de Vasconcelos, na Região Metropolitana

Ônibus incendiado na região do Sacomã, zona sul de São Paulo, em 26 de junho

Ônibus incendiado na região do Sacomã, zona sul de São Paulo, em 26 de junho (Nelson Antoine/Fotoarena)

Em menos de uma semana, chegou a onze o número de ônibus queimados na Região Metropolitana de São Paulo. O 11º ataque ocorreu por volta das 22 horas desta quarta-feira, no Parque Dourado, próximo a um conjunto habitacional de Ferraz de Vasconcelos, na região leste da Grande São Paulo.

Leia também: Cinco ônibus são queimados em 24 horas em São Paulo

Cerca de 20 adolescentes, um deles armado com uma pistola, forçaram a parada do coletivo da Viação Real, que opera a linha municipal, e alguns invadiram o veículo. Após roubarem cerca de 40 reais da catraca, os criminosos – que também carregavam um galão com gasolina – começaram a espalhar o combustível no ônibus e encharcaram também a roupa do cobrador, ameaçando atear fogo nele.

A vítima, assim como os passageiros e o motorista, conseguiram abandonar o ônibus antes de ele ficar em chamas. Os bombeiros foram acionados e apagaram o fogo, que destruiu o coletivo. Até as 2 horas da madrugada desta quinta-feira, nenhum suspeito havia sido detido. Segundo a polícia, ninguém ficou ferido.

Onda de ataques - Desde o último final de semana, o crescente número de coletivos queimados na Grande São Paulo tem levado a polícia a suspeitar cada vez mais de uma ação comandada por criminosos ligados ao Primeiro Comando da Capital (PCC).

Além disso, nos últimos 15 dias, seis policiais militares morreram durante a folga e bases da PM foram atacadas. Já são 40 policiais militares mortos neste ano. Em 2011, foram assassinados 47, sete em serviço. O governo estadual ainda não sabe se são fatos isolados ou ataques relacionados ao crime organizado.

(Com Agência Estado)

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados