Tiroteio em Paris: Estado Islâmico reivindica autoria de ataque

Atirador, que ainda não teve o nome divulgado pela polícia, já era conhecido dos serviços de segurança da França, segundo TV

O presidente francês, François Hollande, afirmou que o tiroteio ocorrido nesta quinta-feira, em Paris, teve “caráter terrorista”. Logo após a declaração de Hollande, o Estado Islâmico (EI) assumiu a responsabilidade pelo ataque terrorista e disse que a ação foi realizada por um de seus soldados, de origem belga.

O atirador, que ainda não teve o nome divulgado pela polícia, já era conhecido dos serviços de segurança da França e foi investigado por “atividades islâmicas radicais”, segundo informações da rede de notícias CNN.

Veja também

O porta-voz do Ministério do Interior, Pierre Henry Brandet, disse que o atirador saiu de um veículo e começou a disparar deliberadamente contra os policiais que estavam no local. Um deles morreu e outros dois ficaram feridos com gravidade na avenida Champs-Élysées. O agressor foi morto.

O ataque aconteceu por volta das 21h30 do horário local (16h30 em Brasília).