Protestos da Venezuela unem todas as classes sociais

Manifestação defende a procuradora-geral Luisa Ortega, chavista que se colocou contra o governo

Após três meses de protestos e 80 mortos, os venezuelanos continuam protestando contra o governo de Nicolás Maduro e a favor da democracia.

“Os protestos acontecem de maneira improvisada, sem aviso, para evitar a repressão”, diz a jornalista Nathalia Watkins que cobre os eventos na Venezuela.

“A gente vê gente descendo da favela e gente descendo vindo dos bairros mais nobres da cidade em direção à manifestação”, diz Nathalia.

Segundo ela, muitos chegam com paus, pedras e escudos, preparados para enfrentar a Guarda Nacional Bolivariana (GNB) e os colectivos, milícias chavistas armadas que não usam uniforme e geralmente andam de moto.

Entre os slogans mais comuns estão “Maduro assassino”, “Liberdade!” e outros pedindo uma mudança de governo.

A tensão no país tem aumentado com a aproximação da data de 30 de julho, dia marcado para eleições para a Assembleia Constituinte. Maduro está usando essa ideia de uma constituinte para suprimir de vez a atual assembleia eleita pelo povo e de maioria opositora. Ele também alterou as regras eleitorais para conseguir a maioria no novo órgão, mesmo com uma minoria de votos.

Nos protestos recentes, a repressão costuma acontecer no final da tarde. “É um ritual que se repete, com bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha. Eles usam o que podem para dispersar as pessoas”, diz Nathalia.

A imprensa, geralmente preservada em manifestações em todo o mundo, também tem sido atacada sem piedade pelas milícias e pelos uniformizados.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Julio Rodrigues Neto

    ” Mais vale, a Pior Democracia, do que, a melhor ditadura, em qualquer Canto do Mundo “.

    Curtir

  2. Nathan Khornnes

    O povo Venezuelano humilde e sem esclarecimento politico-social é bem parecido com o povo da República das Bananas que tem que engolir goela abaixo políticos desonestos, incompetentes e enganadores.

    Curtir

  3. Benedito Tadeu

    Com a palavra os petistas, psolistas e demais esquerdistas brasileiros que deram força a esse regime repressão e tentaram e ainda tentarão implantar esse lixo no Brasil.

    Curtir

  4. Maduro amigo de Dilma e Lula e PT e MESTRE e MST. Agora o povo da Venezuela sabe quem é o seu real inimigo. Espero que os Bananeiros aprendam a tempo de evitar a fome no país inteiro.

    Curtir

  5. O Maduro vai morrer de forma violenta, depois os tolos de esquerda vão ficar fazendo propaganda. Um assassino, ladrão que não quer largar o osso é capaz de destruir um país é levar milhões ao sofrimento, igual o Hitler.

    Curtir

  6. Wagner Bastos

    O petista Venezuelano e do Brasil são iguais, morrem na miséria e não querem trabalhar, e arrastam consigo milhões de vítimas em nome do povo trabalhador.

    Curtir