Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Papa Francisco condena ataque à igreja copta no Egito

Dois atentados a igrejas coptas do país deixaram, ao todo, 40 mortos durante comemorações do Domingo de Ramos

O papa Francisco condenou um ataque com bomba contra uma igreja copta no Egito durante as celebrações do Domingo de Ramos, poucas semanas antes de sua visita ao Cairo. O atentado na cidade egípcia de Tanta matou 27 pessoas, de acordo com autoridades do governo egípcio. Poucas horas depois da fala de Francisco, outro atentado deixou mais 13 mortos em uma segunda igreja copta do país, desta vez em Alexandria.

O pontífice expressou “profundas condolências” à Igreja copta, ao seu chefe papa Teodoro II  e à “toda a querida nação egípcia”. Francisco disse que está rezando pelos mortos e feridos no ataque ocorrido horas antes, ele próprio celebrava o Domingo de Ramos na Praça de São Pedro, no Vaticano.

O pontífice pediu a Deus que “converta os corações dos que espalham terror, violência e morte e também os corações daqueles que produzem e traficam armas”. As observações do Papa sobre o ataque foram feitas depois de ele lembrar as vítimas do ataque de Estocolmo na sexta-feira.

As celebrações do Domingo de Ramos na Praça de São Pedro foram realizadas sob forte esquema de segurança, com ruas em torno da praça bloqueadas para tráfego e revistas dos fiéis que entravam no local. Em sua homilia, o Papa lembrou o sofrimento no mundo de hoje, citando aqueles que “sofrem com trabalho escravo, tragédias familiares, doenças… Eles sofrem com guerras e terrorismo, de interesses armados e prontos para atacar”.

Ataques

Pelo menos 36 pessoas morreram no Egito neste domingo em duas explosões em igrejas cristãs coptas – igreja cristã nacional do país -, em atentados reivindicados pelo grupo terrorista Estado Islâmico (EI). O primeiro atentado atingiu uma igreja na cidade de Tanta, situada 120 quilômetros ao norte da capital Cairo. A segunda foi realizada por um homem bomba do lado de fora da catedral São Marcos, em Alexandria, onde o papa Teodoro II rezava uma missa. O sacerdote não ficou ferido. Os coptas representam 10% da população do Egito e são o maior grupo cristão do país, além de terem cerca de 1 milhão de fiéis no resto do mundo.

(Com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Ué, o Papa Francisco sempre disse que o islã é a religião da paz…

    Curtir

  2. Adilson Nagamine

    Além de acirrar os ódios, o que mais vai fazer no Egito?

    Curtir

  3. Osmar Serrragem

    Devia aproveitar a viagem, e ir a Damasco conversar com Assad, e lhe fazer, pessoalmente, um apelo pela paz.

    Curtir

  4. Papeco, ué! A sua religião não é a melhor do mundo porque ensina a dar a outra face? Não é a melhor do mundo porque perdoa ao invés de condenar? Seja coerente, papeco.

    Curtir