Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Jovem saudita é preso por flertar com americana pela internet

As transmissões em vídeo protagonizadas pelo casal fizeram sucesso e receberam centenas de milhares de visualizações

Um jovem foi preso na Arábia Saudita sob acusações de “comportamento antiético” depois de ter várias conversas suas com uma vlogger americana publicadas na internet. Abu Sin e Christina Crockett, de 21 anos, se conheceram no chat do site YouNow, que conecta pessoas de diversas partes do mundo, e iniciaram uma espécie de romance virtual.

Os vídeos das conversas do casal são engraçados, e mostram Abu Sin – apelido que significa “desdentado”- e Christina brincando, fazendo piadas e declarando seu amor um pelo outro. Apesar do adolescente saudita falar muito pouco de inglês e da americana natural da Califórnia não entender nada em árabe, os dois conseguem se comunicar por meio de gestos e frases curtas.

As transmissões do chat fizeram sucesso no YouNow e foram publicados por muitos internautas também no YouTube, onde receberam centenas de milhares de visualizações e se popularizaram.

LEIA TAMBÉM:
Estrela do Instagram revela vida falsa – por motivo nobre
Arábia Saudita fica em posição difícil após matança no Iêmen

No entanto, o governo da Arábia Saudita considerou que os vídeos eram “provocadores” e atraíam “atenção negativa” de telespectadores ao redor do mundo e decretou uma ordem de prisão para Abu Sin. O adolescente, que a polícia afirma ter 19 anos, embora pareça mais jovem, foi detido no final de setembro em Riad. Sua prisão foi transmitida ao vivo pelo YouNow, pois, quando foi abordado pelos policiais, o jovem conversava com outro usuário do site, dessa vez do Kuwait.

Segundo o coronel Fawaz Al-Mayman, porta-voz da polícia de Riad, Abu Sin foi preso por “comportamento antiético”. “Seus vídeos receberam muitos comentários e muitas das pessoas que comentaram e do público em geral exigiram que ele fosse punido por suas ações”, acrescentou, de acordo com o jornal Saudi Gazette.

Na semana passada, Abu Sin foi libertado sob fiança. Um advogado saudita disse ao jornal local Okaz que os vídeos do casal violam a interpretação da Sharia (conjunto de leis islâmicas), além dos regulamentos sobre a internet no país, o que significa que o jovem pode pegar até cinco anos de prisão ou ser obrigado a pagar uma multa de até 800.000 dólares (2,5 milhões de reais).

No último domingo, Abu Sin publicou um novo vídeo, com duração de cerca de um minuto, no qual promete deixar de usar as mídias sociais de forma que possa violar os códigos morais e religiosas de seu país. Ele também disse “se arrependeu” de conversar com garotas pela internet. Nem Christina, vlogger de beleza e estilo, ou o site YouNow comentaram a detenção do adolescente.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Jorge Luiz Machado

    País maluco

    Curtir

  2. Ignorancis

    Curtir

  3. igor leite batizaco

    Todos estes paises islamicos são nojentos pra mim,nunca moraria lá.

    Curtir

  4. Doutrinas diferentes. Também devem nos achar uns malucos quebradores de regras. Mas, no fim um mesma ideia é ensina quando criança. A de que só existe um Deus o meu e ele sempre será melhor que o seu, até que começamos a nos matar por isso.

    Curtir

  5. Leonardo Freitas

    Se paga até por ser abestalhado?

    Curtir

  6. Duas crianças querendo viver,muito triste ver algo como isso acontecer.Quem sabe a comunicação na internet ainda quebre essas barreiras.

    Curtir

  7. Napoleao Gomes

    O pobre garoto saudita só flertava com a branquinha para jogar nos 5X1…Será que nem isso pode?

    Curtir

  8. marcos mouta

    E ainda tem pessoas que creem piamente que o Deus dos cristãos e dos muçulmanos é o mesmo…….os terroristas do ei dizem que são de Deus mas as suas obras são do demônio!

    Curtir

  9. Jaqueline Santos

    Cirilo e Maria Joaquina

    Curtir