Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Eurodeputada denuncia insultos a jogadores da seleção holandesa

Bruxelas, 15 jun (EFE).- A eurodeputada socialista holandesa Ermine Bozkurt denunciou perante a Comissão Europeia que os jogadores negros da seleção de seu país que participam da Eurocopa foram alvo de insultos racistas durante um treino na Polônia no último dia 7.

Ermine informou do ocorrido a Bruxelas e pede que a Comissão estude empreender sanções aplicando a ampla normativa comunitária antidiscriminação.

A eurodeputada detalhou que ‘várias centenas’ de torcedores que assistiram ao treino fizeram ‘sons de macaco’ para parte da seleção holandesa.

‘Levando em conta que os jogadores de futebol também são trabalhadores europeus, de que maneira a Comissão Europeia pode assegurar que sejam cumpridas as diretrizes antidiscrimação?’, questionou Ermine.

‘Que ações o Executivo comunitário tomará para proteger estes trabalhadores comunitários de sofrer condutas racistas em seu posto de trabalho?’, continuou a eurodeputada.

Após os incidentes, amplamente divulgados pela imprensa italiana e britânica, o sindicato mundial de jogadores (FIFPro) reivindicou uma maior presença policial durante os jogos e treinos das seleções na Ucrânia e na Polônia para evitar novos comportamentos racistas.

Em comunicado, o FIFPro apoiava nesta segunda-feira o pedido feito pela Uefa às autoridades locais das cidades anfitriãs da Europa para aumentar os efetivos policiais, depois dos ‘comportamentos inquietantes’ que aconteceram durante a última semana. EFE