China promete investimento bilionário para “projeto do século”

Chamado de Rota da Seda, projeto integra infraestrutura, comércio e cooperação econômica entre 60 países. O nome é uma referência às antigas rotas mercantes

Em seu discurso de abertura no Fórum do Cinturão e da Rota para a Cooperação Internacional (Belt and Road Forum for International Cooperation, em inglês), neste domingo (14), o presidente chinês Xi Jinping disse que a iniciativa proposta pela China de promover investimentos em infraestrutura em países da Ásia, Europa e África que integram o trajeto da milenar Rota da Seda, é um “projeto do século” que vai beneficiar as pessoas em todo o mundo.

A iniciativa chinesa visa promover uma rede de infraestrutura, comércio e cooperação econômica ao longo dos mais de 60 países que compõem o que Pequim pretende estabelecer como uma Nova Rota da Seda, revivendo no século 21 as rotas milenares que conectavam o Ocidente e o Oriente.

O evento em Pequim, que começou hoje (14),e conta com a presença de quase 30 chefes de Estado e de governo é o mais importante desde que a iniciativa Um Cinturão, Uma Rota (One Belt, One Road) foi lançada em 2013 pelo presidente Jinping.

O fórum tem por objetivo construir uma agenda comum e acordos de cooperação para aumentar o investimento em projetos de infraestrutura em países da Ásia, da Europa e da África.

Investimentos

O presidente Xi anunciou que a China fará uma contribuição adicional de cerca de US$ 14,5 bilhões para o Fundo da Rota da Seda, criado em 2014 para apoiar obras de transporte, telecomunicações e energia, cujo capital inicial era de US$ 40 bilhões.

Dois bancos chineses estabelecerão esquemas de financiamento especial com valor total de US$ 55,1 bilhões para apoiar os projetos de cooperação do Cinturão e da Rota, segundo Xi. A China também prometeu destinar US$ 8,7 bilhões aos países em desenvolvimento e às organizações internacionais que participam da iniciativa.

Apesar de a proposta estar originalmente focada na Eurásia e na África, Xi afirmou que outras regiões do mundo estão convidadas a participar da iniciativa. O líder chinês defendeu a integração dos mercados, a abertura comercial e o fortalecimento do sistema multilateral mundial. com o objetivo de diminuir a desigualdade social, promover o desenvolvimento e aumentar a segurança e a paz internacionais.

Nova postura

“Devemos instaurar uma nova postura nas relações internacionais, de mútua cooperação e benefícios compartilhados”, disse Xi Jinping. “Este é um caminho de abertura para o mundo e não de isolamento”, afirmou o presidente, enfatizando que a comunidade internacional deve procurar resolver os conflitos por meio do diálogo.

Xi destacou que a China não tem a intenção de interferir nos assuntos internos de outros países ou impor sua vontade a outras nações com a nova iniciativa. “Não queremos criar um pequeno grupo de amigos em detrimento da estabilidade [mundial]”, acrescentou.

(Com Agência Brasil)

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Mário Sergio Centini

    Ô Aloysio, tá fazendo o quê que ainda não foi falar com os chineses???
    Viu a quantidade de dinheiro que os caras querem gastar em INFRAESTRUTURA???

    Curtir

  2. Esse dinheiro aí da China não é nem a metade do que o PT roubou da Petrobrás. Não dá nem pro começo.

    Curtir

  3. Helio Carneiro

    Me engana que eu gosto!

    Curtir

  4. Fernando noal

    E o Governo golpista do Brasil foi convidado , não foi kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Curtir

  5. Achei que esse valor era a caixinha do PT na Petrobrás…kkkk

    Curtir

  6. O pessoal daqui é bem ignorantezinho hein… O que o Brasil teria a ver com essa Rota da Seda? Vocês ao menos sabem o que isso significa?

    Curtir

  7. tem uns comentario imbecis aqui. eles só fala em pt . e os outros partido? ha ja sei pmdb.psdb,dem,patrocinaro o golpe e não podem ser citado aqui,eu ia esquecendo. hipocritas

    Curtir

  8. Antonio freitas

    kkk…. cara ,, o projeto completo são 2 trilhões e duzentos bilhões de dólares… e achina tem esse dinheiro sim,,, tem sim,,!!!…. só os EUA, devem a CHINA hoje quase 2 trilhões de dólares…Estão rindo do que?… Agora veja bem, nos somos BRICS,,, todos presidentes do BRICS compareceram exceto do Brasil… tem mais… a presidente do CHILE e da Argentina estavam lá.!!… o Brasil não.!! ..isso da a dimensão do quanto temos um mkrda na presidência…

    Curtir

  9. Antonio Freitas, percebe-se que de economia internacional voce e’ um zero a esquerda , nao sabe nada.. Eu sou Americano e estudo a nossa economia a muitos anos. Saiba por exemplo que se nos fecharmos as portas do nosso comerci a china entra em falencia

    Curtir