Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Até 150 crianças com menos de 5 anos morrem por dia em Mianmar

A atual situação de desigualdade social no país também é preocupante, principalmente para as famílias presas em zonas de conflito

A Organização das Nações Unidas divulgou nesta terça-feira dados que mostram que até 150 crianças morrem todos os dias em Mianmar antes mesmo de completar cinco anos de idade. O relatório da Unicef pede que o governo do país asiático acabe com os bloqueios que impedem que movimentos de ajuda internacional acessem as áreas de conflito.

Apesar dos esforços de reforma e reconciliação empreendidos pelo governo liderado pela conselheira estatal Aung San Suu Kyi, as crianças afetadas pelas guerras generalizadas e pela pobreza ainda são muito prejudicadas. “Este alerta é uma oportunidade de tornarmos mais visível a situação das crianças que não estão se beneficiando plenamente das reformas em curso no país”, disse Bertrand Bainvel, representante da Unicef em Mianmar.

A atual situação de desigualdade social no país também é preocupante, principalmente para as famílias presas em zonas de conflito, que não conseguem chegar a hospitais e postos de saúde. Segundo Bainvel, doenças não tratadas corretamente, como pneumonia, estão entre as principais causas de morte entre recém-nascidos.

Em Mianmar, a taxa de mortalidade infantil atual é de 50 para cada 1000 crianças nascidas vivas no país. Para efeito de comparação, na Inglaterra, por exemplo, a taxa é de 4 para cada 1000 crianças.

O relatório apela para a melhora no acesso humanitário para os 2,2 milhões de crianças afetadas pela violência no país e para o fim das violações dos direitos infantis, incluindo o uso de crianças como soldados.