Antes de reunião com Peña Nieto, Trump diz que México pagará muro

Líder americano disse a frase ao ser questionado por um repórter que cobria o encontro

O presidente americano, Donald Trump, disse nesta sexta-feira, pouco antes de iniciar a primeira reunião lado a lado com o colega mexicano, Enrique Peña Nieto, que ainda deseja que o México  pague o muro que ele pretende construir na fronteira sul dos Estados Unidos.

Trump e Peña Nieto posaram para os fotógrafos e, enquanto a imprensa era convidada a deixar a sala da primeira reunião bilateral entre ambos desde que o republicano assumiu a Presidência, uma correspondente perguntou se Trump ainda queria que o México pagasse pelo muro.

 

“Totalmente”, foi a resposta de Trump, que participa junto com Peña Nieto da cúpula do G20 realizada em Hamburgo, no norte da Alemanha.

O encontro bilateral, que começou com mais de uma hora de atraso por causa da demora nos debates da cúpula, acontece mais de cinco meses depois de Peña Nieto ter cancelado uma visita à Casa Branca para se reunir com Trump, perante as tensões sobre o muro e a insistência do governante americano para que o país vizinho pagasse a construção.

Antes de iniciar o encontro, ambos os presidentes realizaram uma breve declaração para as câmeras e Trump destacou o “exitoso dia” que tinha tido até o momento.

“Estamos negociando o TLCAN (Tratado de Livre Comércio da América do Norte) e várias novas coisas com o México e veremos o que acontece, mas acredito que fizemos bons avanços”, disse.

Peña Nieto, que já disse que seu país não pagaria pelo muro, manifestou o desejo de manter um “diálogo fluido” e continuar trabalhando e cooperando em diversas áreas para a “segurança” dos dois países, especialmente na fronteira.

Além disso, destacou a imigração como um assunto de ambos os governos e ressaltou a necessidade de que as duas partes assumam a responsabilidade na luta contra o crime organizado.

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Helio Carneiro

    Basta trump criar um imposto voltado para financiar o muro taxando produtos que vem do México como muitos carros de empresas americanas que sairam dos EUA para empregar mão de obra barata!

    Curtir