Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rússia indica que frustrou planos de atentados contra Sochi-2014

O Serviço de Segurança da Rússia (FSB, ex-KGB) informou nesta quinta-feira que havia desmantelado uma célula de um grupo rebelde islamita do Cáucaso russo que preparava atentados previstos para ocorrer em Sochi durante os Jogos Olímpicos de Inverno (boreal) de 2014, segundo as agências russas.

“O FSB da Rússia conseguiu descobrir que os rebeldes pretendiam, entre 2012 e 2014, transferir armamento para Sochi e utilizá-lo para cometer atos de terrorismo durante o período de preparação e durante os Jogos Olímpicos”, indicou o Comitê Antiterrorista (NAK), citado pelas agências.

Segundo o Comitê, a célula, desmantelada no início deste mês, ficava na Abkházia, uma região rebelde da Geórgia, localizada na fronteira com a região russa na qual Sochi se encontra. Moscou reconheceu a independência de Abkházia, após uma curta guerra russo-georgiana em agosto de 2008.

O NAK também acusou a Geórgia de cumplicidade com o chefe do “Emirado do Cáucaso”, o checheno Duku Umarov, que elaborou estes projetos de atentados, segundo Moscou.

Os Jogos de Sochi foram o maior evento internacional organizado no país desde a queda da União Soviética, em 1991. A Rússia também foi eleita em 2010 para organizar a Copa do Mundo de Futebol de 2018.