Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

O esforço de Galvão Bueno para defender Felipe Massa

Seja em transmissões ou redes sociais, narrador da Globo não se cansa de rebater as críticas ao piloto brasileiro, que não vence uma corrida desde 2008

Galvão Bueno está cada vez mais atento às redes sociais. Com mais de 360.000 seguidores no Instagram, o maior narrador do país acompanha o que sua multidão de fãs (e também de detratores) escreve e, nos últimos tempos, parece bastante incomodado com um assunto: as críticas constantes a Felipe Massa, que em 2017 desistiu da aposentadoria para seguir pilotando na Fórmula 1 pela Williams.

Galvão e Massa são amigos próximos, foram vizinhos em Mônaco e nunca esconderam a boa relação. O narrador da Globo costuma elogiar constantemente o piloto em transmissões e há anos bate na tecla de que Massa só não foi campeão mundial em 2008 “por segundos”, na última prova no Brasil, e por causa do escândalo envolvendo o acidente proposital do brasileiro Nelsinho Piquet, no GP de Cingapura.

Veja também

Nos últimos dias, porém, Galvão enfrentou a fúria das redes sociais por seus comentários sobre Massa no GP da Áustria. Ao longo da corrida do último domingo, na qual o brasileiro largou em 17º e terminou em nono, fez elogios rasgados ao amigo, 10º colocado do Mundial de pilotos. Em seu Instagram, já provavelmente ciente da repercussão no Twitter, postou uma imagem da prova com um recado para os “chatos”.

“E Felipe Massa, para desespero dos “chatos” fez uma corrida consistente, largando em 17º e chegando em 9º”, afirmou, no fim da postagem. Nesta segunda-feira, durante o seu programa Bem, Amigos, no SporTV, Galvão Bueno dedicou novo espaço para defesa do piloto. 

“Acho a rede social um espetáculo, mas tem gente que ofende, xinga, fala isso, fala aquilo… Dizem que Felipe Massa nunca fez nada na vida. Aí eu respondo: Quer dar opinião? Vá saber das coisas”, desabafou.  “O cara tem 11 vitórias, 16 pole positions, 51 pódios, foi vice-campeão do mundo. É, junto a Fernando Alonso, o quarto maior vencedor da história da Ferrari, está atrás só três nomezinhos assim: Schumacher, Niki Lauda e Alberto Ascari. Só, e aí dizem: ‘O cara nunca fez nada, não dirige nada'”, desabafou.

Em seguida, culpou a Williams pelos anos em que Massa esteve longe do pódio. “Felipe é muito é bom, como Rubinho foi muito bom e como nós tivemos grandes pilotos. Estamos numa fase de pilotos sem carros com condições.” Massa não vence uma corrida desde o GP do Brasil de 2008. Em 2015, conquistou dois terceiros lugares.

Abaixo, um pouco da repercussão sobre as defesas de Galvão a Massa:

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Massa e rubinho são tão ruim, que não ganhariam uma corrida hoje contra o Shumi. Kkkkk

    Curtir