Inter treinará em grama sintética para não ser surpreendido no Peru

O Internacional realizará dois treinos no gramado sintético da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) nesta semana. A ideia é adaptar-se ao piso para que os jogadores não estranhem o Estádio Elias Aguirre, em Chiclayo, no Peru, onde será realizada a partida da próxima quinta, contra o Juan Aurich, pela última rodada da fase de grupos da Libertadores.

Os treinos colorados em grama sintética serão realizados nesta quarta e na sexta-feira. A viagem até o Peru está marcada para a segunda ou terça da semana que vem. Antes disso, o Internacional enfrenta o Cerâmica, sábado, pelas quartas de final da Taça Farroupilha. A direção colorada solicitou à Federação Gaúcha de Futebol que o jogo não fosse realizado no domingo, para ganhar uma folga maior até a partida no Peru.

Um empate em Chiclayo deve classificar o Internacional à próxima fase da Libertadores. Caso consiga um resultado de igualdade, o Inter só sai da Libertadores se o The Strongest surpreender o Santos na Vila Belmiro, mas a ideia dos gaúchos é brigar pela vitória.

Não será a primeira vez que o Inter enfrentará grama sintética em partidas de Libertadores. Em 2010, na decisão contra o Chivas, o time venceu o primeiro jogo por 2 a 1, em Guadalajara, no México, no moderno Estádio Omnilife, que tinha igualmente piso artificial.