Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Câmara: Neymar transforma autoridades em coadjuvantes

Craque do Santos participou de sessão em homenagem aos 100 anos do clube. Até Gilmar Mendes, ministro do Supremo, apareceu para ver o jogador de perto

Com Pelé ausente, Marco Maia cometeu um deslize que sintetizou o clima que a Câmara viveu: “O melhor jogador de todos os tempos neste momento é o Neymar”

As sessões solenes da Câmara dos Deputados costumam ocorrer em meio a um plenário esvaziado, com a presença de poucos e sonolentos parlamentares. Nesta terça-feira, porém, a Casa viu uma exceção: a audiência que celebrou os 100 anos do Santos Futebol Clube atraiu dezenas de parlamentares. As galerias também lotaram. O foco da devoção tinha nome: Neymar. O craque do Santos, acompanhado de colegas de time, esteve presente na homenagem. Nas galerias e no plenário, integrantes de torcidas organizadas se misturavam a jovens histéricas e adolescentes com penteados idênticos ao do ídolo.

Os deputados se acotovelavam ao redor da mesa diretora, tentando garantir as fotografias ao lado do craque. Paulo Pimenta (PT-RS) trouxe o filho e a máquina fotográfica. Raimundo Gomes de Matos (PSDB-CE) assumiu a posição de intermediário de autógrafos. Recebia camisetas dos torcedores e repassava à estrela do Santos. Até Gilmar Mendes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), apareceu e garantiu sua foto com o craque. “Vim desejar boa sorte”, disse ele. O astro do dia chegou acompanhado de quatro companheiros de time: Edu Dracena, Rafael, Arouca e Paulo Henrique Ganso. Ofuscados, eles deixaram a sessão antes do fim.

O ex-jogador Pepe, companheiro de Pelé, também compareceu. Embora tenha mais títulos no currículo do que Neymar, ele deu poucos autógrafos. Mas não se incomoda: “Eu fico feliz com isso. Até porque ele usa a camisa 11, como eu”. Enquanto a cerimônia não começava, a comitiva do Santos ficou isolada no cafezinho da Câmara, para se proteger do assédio dos fãs. O curto caminho até a tribuna foi feito com dificuldade, de forma tumultuada. Aproveitando os holofotes, vários deputados usaram a tribuna para homenagear a equipe santista. Os fãs de Neymar não davam bola: queriam a atenção do ídolo.

Leia também:

Leia também: Substituição na garagem de Neymar: sai o Mini, entra o Audi

A estrela santista mal abriu a boca. Limitou-se a atender aos intermináveis pedidos de fotos e autógrafos. Ao contrário do que havia prometido o Santos, Pelé nem apareceu. E ninguém se deu conta. O presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), cometeu em seu discurso um deslize que sintetiza o clima que a Câmara viveu na manhã desta terça: “O melhor jogador de todos os tempos neste momento é o Neymar”.

Leia também:

Neymar compra iate de 15 milhões de reais

Neymar ao mar: craque faz festa em iate com modelo