Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Três Anúncios para um Crime’ vence prêmio de público em Toronto

'I, Tonya' ficou em segundo, e 'Call Me By Your Name', em terceiro

O Festival de Toronto não tem competição, mas entrega alguns prêmios, dados neste ano para alguns dos 256 longas e 84 curtas apresentados entre 7 e 17 de setembro. O mais importante é o prêmio Grolsch de público. O preferido deste ano foi Três Anúncios para um Crime, de Martin McDonagh. Em segundo, ficou I, Tonya, de Craig Gillespie, com Call Me By Your Name, de Luca Guadagnino, em terceiro.

Em anos anteriores o prêmio de público coincidiu com vencedores do Oscar, caso de O Discurso do Rei, Quem Quer Ser um Milionário? e 12 Anos de Escravidão. O ganhador ano passado foi La La Land – Cantando Estações, de Damien Chazelle.

Entre os filmes da seção Midnight Madness, o vencedor do prêmio do público foi Bodied, de Joseph Kahn. Em segundo ficou The Disaster Artist, de James Franco. Em terceiro, ficou Brawl in Cell Block 99, de Craig Zehler.

Entre os documentários, o preferido do público foi Faces Places, de JR e Agnès Varda, com Long Time Running, de Jennifer Baichwal e Nicholas de Pencier, em segundo, e Super Size Me 2: Holy Chicken!, de Morgan Spurlock, em terceiro.

O prêmio Plataforma foi para o australiano Sweet Country, de Warwick Thornton. O britânico Dark River, de Clio Barnard, levou a menção honrosa do júri formado pelos cineastas Wim Wenders, Chen Kaige e Małgorzata Szumowska.

A Fipresci (Federação Internacional de Jornalistas Internacionais) escolheu Ava, de Sadaf Foroughi, como o melhor filme da seção Descoberta. Entre os longas das Apresentações Especiais, o premiado foi o espanhol El Auto, de Manuel Martín Cuenca.

O prêmio NETPAC para estreia mundial ou internacional de filme asiático foi para The Great Buddha+, de Huang Hsin-yao, de Taiwan.

Les Affamés, de Robin Aubert, foi o vencedor do prêmio Canada Goose para melhor longa canadense. O prêmio Cidade de Toronto para melhor longa de estreia canadense foi Luk’Luk’I, de Wayne Wapeemukwa.

O vencedor do prêmio IWC para Curta-Metragem Canadense foi Pre-Drink, de Marc-Antoine Lemire. Entre os curtas internacionais, o ganhador foi o sueco Min Börda, de Niki Lindroth von Bahr.