Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

No Twitter, Rafinha Bastos debocha da suspensão do ‘CQC’

O humorista Rafinha Bastos, do CQC, fez questão de mostrar que não ficou vexado com a suspensão que tomou do programa da Band após a piada de mau gosto feita com a cantora Wanessa Camargo — ao comentar sua beleza na gravidez, ele disse que “comeria ela e o bebê”. Durante o programa, ele voltou ao Twitter, onde não escrevia desde sábado, para postar mensagens de deboche sobre a sua situação. Considerado pelo jornal americano The New York Times a personalidade mais influente do mundo na rede de microblogs, o humorista tem mais de 3 milhões de seguidores.

Você acha que Rafinha Bastos deve voltar ao ‘CQC’?

“Que noite triste pra mim”, publicou, com link para três fotos, em que aparece com duas mulheres de lingerie. Numa das imagens, se vê ao fundo um televisor com o CQC. O comandante da bancada do programa, Marcelo Tas, respondeu depois ao tutíte de Bastos: “hahaha engraçado, mas a Monica dá de 10 nessas ‘mina’, meu.” Tas se referia à CQC Mônica Iozzi, que substituiu o humorista nesta segunda-feira. Mônica abriu a atração dizendo que Rafinha teve “cãibra” na língua.

Didi, Dedé, Mussum e Rafinha – Outra menção indireta ao caso Rafinha Bastos x Wanessa Camargo foi feita perto do final do programa, quando, após a exibição do CQTeste com o piadista Ari Toledo, Marcelo Tas aproveitou a citação do Trapalhão Mussum para defender o humor politicamente incorreto. Foi prontamente apoiado pelos companheiros de bancada, Marco Luque e Mônica Iozzi. Inclinando o polegar sobre a boca, Luque lembrou que Mussum bebia em um programa infantil e Mônica arrematou: “Bons tempos aqueles do humor politicamente incorreto”.