Corpo de Montagner é sepultado na Zona Leste de São Paulo

Cerimônia foi restrita à família e amigos. Mesmo assim, uma multidão de fãs se reuniu na entrada do cemitério.

O corpo de Domingos Montagner foi sepultado por volta do meio-dia deste sábado no Cemitério da Quarta Parada, na Zona Leste de São Paulo.  O ator foi enterrado no jazigo da família, onde também está o corpo de sua mãe, Romilda Batistuta Montagner, que morreu em 2013. A cerimônia foi restrita à família e amigos. Mesmo assim, uma multidão de fãs se reuniu na entrada do cemitério.

O velório ocorreu nesta manhã de sábado no teatro Fernando Torres, no bairro do Tatuapé, onde o ator nasceu. O caixão chegou ao local por volta de 7h30. O elenco de “Velho Chico” compareceu para o último adeus a Montagner. A atriz Camila Pitanga, que estava com ele no momento do acidente, deixou o local bastante abalada. Os três filhos de Domingos Montagner não foram ao velório.

Às 10 horas, o irmão de Domingos Montagner, Francisco Montagner, fez um pronunciamento oficial à imprensa. Emocionado, disse que o irmão viveu sua vida intensamente, fazendo aquilo que mais amava.

“Vivam como ele viveu cada momento. Só assim a vida será boa. Queria dizer a todos que essa comoção só é possível porque o Montagner vivia do que fazia, com muito amor, força e comprometimento. Vocês não conheceram só o ator, mas sua essência. Um grande beijo e abraço a todos os brasileiros”, afirmou.

Leia mais
Domingos Montagner, o galã tardio

O avião particular com o corpo do ator Domingos Montagner, morto após um mergulho no Rio São Francisco, chegou no fim da tarde desta sexta-feira ao Aeroporto Comandante Rolim Adolfo Amaro, em Jundiaí, a cerca de 60 quilômetros da capital paulista.

Família – No perfil pessoal do ator no Facebook, a família se manifestou pela primeira vez agradecendo as mensagens recebidas de fãs. “A família de Domingos Montagner agradece as manifestações de carinho, apoio e solidariedade que tem recebido de todos e busca reunir a força necessária para atravessar – com serenidade e discrição – este momento difícil, íntimo e delicado ao lado dos amigos e familiares.”

(Com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Todos, em algum dia, morreremos. Sentiremos saudades deste grande ator e com certeza desta pessoa que todos gostavam. Pedimos ao Criador que o ilumine, assim como a sua esposa, filhos e
    familiares. Apenas não concordo com esta notícia, que entristece todos nós, na coluna de entretenimento.

    Curtir