‘A Força do Querer’ acerta ao surfar em temas atuais

Novela das 9 une fórmula tradicional do folhetim com assuntos como transexualidade e empoderamento feminino

Temas correntes como transexualidade, empoderamento feminino, a onda do sereísmo, vício em jogos e desafio da Baleia Azul marcam pontos a favor da novela A Força do Querer, de Gloria Perez. Tudo, porém, é apresentado embalado em uma roupagem familiar ao público dos folhetins, com personagens carismáticos e histórias que caminham com rapidez.

É, possivelmente, a soma das duas coisas que contribui para que a trama tenha a maior audiência desde 2013 no horário das 9 da Globo. Confira três motivos que ajudam a explicar o sucesso de A Força do Querer:

 

Mocinhas não tão mocinhas

Ritinha (Isis Valverde), Bibi (Juliana Paes) e Jeiza (Paolla Oliveira) em 'A Força do Querer'

A trama é encabeçada por três mulheres: Ritinha (Isis Valverde), Bibi (Juliana Paes) e Jeiza (Paolla Oliveira). Jovens e bonitas, elas têm outra característica em comum que faz com que sejam bem aceitas pelo público – a força. Nenhuma delas, nem mesmo a sonhadora Ritinha, que se realiza ao se vestir como sereia, lança mão do velho e desgastado uniforme das mocinhas sofredoras de novela. Elas são empoderadas, para usar o termo atual que roda as redes sociais. Jeiza, a policial, é durona e vive quebrando tudo no ringue de MMA. Bibi será a “primeira-dama do crime” por causa dos negócios ilícitos de seu marido, Rubinho (Emilio Dantas). Ritinha é esperta e determinada e logo deve dar uma surra daquelas na vilã Irene (Débora Falabella), mostrando que sereia também sabe cair no tapa.

 

Merchan social sem exageros

Uma das marcas de Gloria Perez, o merchandising social não poderia deixar de aparecer na novela. Até agora, isso foi feito de maneira sensível e sem exageros. Ivana (Carol Duarte) está, aos poucos, se descobrindo transgênero. A personagem e a atriz que a interpreta são carismáticas e tudo está sendo construído lentamente, com muito cuidado. Outro tema social, o vício em jogos de Silvana (Lilia Cabral) é tratado ainda com mais sutileza, de maneira quase cômica. Ao que tudo indica, porém, a doença da personagem ainda vai complicar bastante sua vida, trazendo mais dívidas e problemas com o marido, Eurico (Humberto Martins). A ver como isso vai ser mostrado no folhetim.

 

Ritmo ágil à la Netflix

Rubinho (Emilio Dantas) e Bibi (Juliana Paes) em 'A Força do Querer'

Com três protagonistas e outros núcleos importantes, há muita história para contar. E Gloria Perez vem equilibrando tudo isso com parcimônia, recompensando o público com capítulos recheados de acontecimentos e ganchos típicos de séries em streaming. Em questão de poucos dias, por exemplo, Rubinho, que fugiu da prisão nesta terça-feira com a ajuda de Bibi, vai se esconder em uma mansão de luxo, revelará à esposa que virou um personagem importante do tráfico de drogas e será capturado pela polícia. Em seguida, em capítulo da semana que vem, ele vai pedir que a mulher recupere quilos e mais quilos de droga que ele escondeu na favela – ela vai concordar e dar mais um passo rumo à transformação em Bibi Perigosa.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Claudio Malagrino

    Não vejo a hora de não ver. Zzzzzz…

    Curtir

  2. maria de lourdes bortolatto

    Empodeiradas….parei de ler…

    Curtir

  3. Guilherme Massao Cobayaxi

    Um eh empoderada para o golpe da barriga. A outra, para o golpe do pó. E a outra fica se fazendo a mulherzinha levando golpe de… 😲😲😲😲😲😲😲

    Curtir

  4. Peter Mariano Gomes

    Travestis na novela da Globo? Não acredito!!

    Curtir