MP quer saber se Inep apura suposto vazamento no Enem

Estudantes do Piauí e Ceará alegaram ter recebido, horas antes da aplicação do exame, uma foto da página da prova que revelava o tema da redação

O Ministério Público Federal no Ceará (MPF-CE) encaminhou, nesta quarta-feira, ofício ao presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Francisco Soares, requisitando saber que providências estão sendo tomadas para apurar a suposta violação do sigilo das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano.

No ofício, assinado pela procuradora da República Nilce Rodrigues, o MPF/CE requisita “menção expressa” do Inep sobre as providências adotadas internamente para “preservar a moralidade e o tratamento isonômico entre todos os alunos participantes do Enem de 2014”. O documento foi enviado por Sedex e o Inep tem 24 horas, a contar do recebimento, para atender a solicitação.

Leia também:

PF investiga quadrilha por fraudes no Enem

Estudante denuncia vazamento de tema da redação do Enem 2014

O ofício foi enviado como parte da investigação feita pelo Ministério Público com base em informações divulgadas pela imprensa sobre o suposto vazamento do tema da redação do exame. O MPF instaurou procedimento para apurar as denúncias na sexta-feira, dia 14.

Segundo a assessoria do órgão, dois candidatos que disseram ter recebido mensagens adiantando o tema da redação já prestaram depoimento e mais um estudante deverá ser convocado.

A denúncia foi feita por um estudante do Piauí que procurou a Polícia Federal e relatou ter recebido, pouco antes do exame, uma foto da página da prova onde está o tema da redação. Segundo o candidato, a foto foi enviada a um grupo por meio de aplicativo de celular.

Posteriormente, estudantes do Ceará alegaram também ter recebido a mensagem. Em entrevista coletiva na semana passada, Francisco Soares descartou a possibilidade de o Enem ser cancelado.

(Com Agência Brasil)