Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Novo telescópio gigante será instalado no Chile

O conselho diretor do Observatório Europeu Austral (ESO) aprovou na noite de segunda-feira a construção do maior telescópio óptico do mundo, que será instalado em Cerro Armazones, norte do Chile, uma montanha a 3.060 metros no deserto do norte do Chile.

Dois terços do conselho diretor do ESO aprovaram de forma plena ou provisória o European Extremely Large Telescope (E-ELT) – Telescópio Europeu Extremamente Grande, – abrindo o caminho para o início do projeto.

Muito aguardado pela comunidade científica, o projeto, avaliado em 1,083 bilhão de euros (1,35 bilhão de dólares), o E-ELT terá um espelho segmentado de um diâmetro sem precedente de 39,3 metros e será o maior telescópio do mundo para observações diretas e infravermelhas.

Será construído em Cerro Armazones, perto do Observatório Paranal do ESO, onde a grande altitude e a extrema aridez permitem uma excelente visibilidade do céu.

Se tudo acontecer de acordo com o previsto, o E-ELT deve iniciar as operações científicas no início da próxima década.

Na categoria de projetos de telescópios gigantes, o E-ELT compte com o Thirty Meters Telescope (TMT), de 30 metros, iniciado pelos Estados Unidos, e com o Giant Magellan Telescope, o GMT, de 24 metros.

“O E-ELT permitirá chegar aos confins do universo para tentar observar as primeiras galáxias que estão constituídas por gerações de estrelas que suspeitamos que existem, mas que nunca foram observadas”, explicou à AFP Jean-Gabriel Cuby, diretor do Laboratório de Astrofísica de Marselha.

A observação é importante para compreender a evolução do universo, destacou o cientista.