Astronautas chineses chegam à estação espacial

Os astronautas Jing Haipeng e Chen Dong vão passar trinta dias no espaço, preparação para o projeto de uma estação espacial prevista para 2022

Dois astronautas chineses que partiram para uma missão de um mês no espaço chegaram ao laboratório espacial Tiangong-2, onde farão uma série de experiências científicas.

Os astronautas Jing Haipeng e Chen Dong, que partiram na segunda-feira de uma base situada no deserto de Gobi, ingressaram no laboratório Tiangong-2 às 22h32 de terça-feira (20h32 no horário de Brasília), três horas após a atracação da nave, chamada Shenzhou-11.

A missão, que será a mais longa para a China, tem o objetivo de abrir caminho para a instalação, no prazo de seis anos, de uma estação espacial chinesa tripulada de forma permanente em 2022, quando a Estação Espacial Internacional (ISS) não estará mais funcionando.

Durante o período em que ficará no espaço, a dupla de “taikonautas”, como são chamados os astronautas chineses, realizará experiências nas áreas de medicina, biologia e física, assim como investigações sobre as tempestades solares.

A conquista do espaço, coordenada pelo Estado-Maior das Forças Armadas, é percebida na China como um símbolo da emergência do país, e Pequim já investiu bilhões de dólares para tentar se equiparar neste campo a Estados Unidos, Europa e Rússia.

Shenzhou 11 durante lançamento em Jiuquan, China

Shenzhou 11 durante lançamento em Jiuquan, China – 17/10/2016 (Li Jin/Reuters)

(Com AFP)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Juvenil Neves

    E pensar que há 20 anos o Brasil tinha mais conhecimento e tecnologia que os chineses na área aeroespacial. Continuamos “patinando” em educação, empreendedorismo, pesquisa e investimento com desenvolvimento tecnológico. Lamentável. Os nossos gestores são ignorantes, atrasados, preguiçosos, sem visão de futuro, acomodados, incompetentes. Querem só explorar a ignorância do povo e perpetuarem no poder.

    Curtir