Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

STF libera mensaleiro Henrique Pizzolato para o semiaberto

Ministro Roberto Barroso autoriza Henrique Pizzolato a cumprir pena do mensalão em regime semiaberto

O ministro relator do mensalão no Supremo Tribunal Federal, Luís Roberto Barroso, autorizou o ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil Henrique Pizzolato a cumprir pena em regime semiaberto. Pizzolato foi condenado a doze anos e sete meses de prisão por corrupção passiva, peculato e lavagem de dinheiro no julgamento do mensalão. Ele estava em regime fechado no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília.

Na nova condição, Pizzolato poderá deixar a cadeia para trabalhar durante o dia, mas deve voltar para dormir na cela à noite. Em 2018, ele poderá conseguir o livramento condicional.

Pizzolato tem um histórico de fuga. Ele se passou por um irmão morto e escapou para a Itália, país onde possui cidadania, a fim de escapar da punição imposta pelo Supremo. Ele pleiteava um novo julgamento nos tribunais italianos, mas foi capturado pelo Interpol e extraditado em 2015.

Há quase dois anos, ele fazia jus à progressão de regime por tempo de cumprimento de pena. Pizzolato abateu dias por ter estudado na Papuda (ele formou-se auxiliar de pedreiro, por exemplo) e dava aulas de italiano. Na ala dos vulneráveis da Papuda, recebia atendimento médico particular, era acompanhado de perto pela Procuradoria-Geral da República e pela embaixada italiana no país. Ele chegou a se envolver em episódios conturbados no cárcere, mas teve comportamento considerado bom: uma denúncia de suposta negligência médica que poderia atrapalhar o acordo de extradição e uma falta disciplinar na cela que dividia com o ex-senador Luiz Estevão, que o levou ao isolamento e quase provocou a destituição da juíza da Vara de Execuções Penais.

Desde 2016, a defesa de Pizzolato tentava obter autorização para o parcelamento da multa imposta a ele no mensalão: 2.054.585,89 reais. No entendimento de Barroso e do Ministério Público Federal, Pizzolato comprovou que não possui recursos para quitar a multa (ele argumentou que reverte sua aposentadoria de 2.175 reais para pagar despesas da mulher, Andrea Eunice Haas) e recebeu autorização para parcelar a dívida com a Justiça.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Renato Rodrigues Coelho

    Quem pagou todas despesas de investigação e dá viagem de deportação desse ladrão? Nós é claro.

    Curtir

  2. Ricardo Amorim

    País sem lei…… A corrupção compensa !!!

    Curtir

  3. Marcelo Abreu

    Que absurdo!
    Além de nenhum político ter sido condenado no mensalão, um dos únicos presos agora é libertado e com esse histórico ainda por cima.
    Gostaria de saber em quantas parcelas essa multa foi dividida pois tenho a impressão que ele vai morrer antes de quitará a dívida.
    Mas para esses ilustres magistrados, o criminoso é um paciente. Nós, trabalhadores honestos enoagadores de impostos devemos ser a doença!

    Curtir

  4. Tadeu Passarelli

    É MAFIOSO, perigoso, mentiroso, criminoso, demorou anos pra ser extraditado, não vai ficar preso… País doente, doente… inferior vergonhoso tribunal federal, tribuneco inútil…. ara pois…

    Curtir

  5. A justica no Brasil, ou a falta dela, causa asco mundo afora! Somos um pais onde reina a impunidade, roubo, corrupcao, pedofilia, prostituicao e a lista é enorme…..somo uma republiqueta mesmo! e graças ao STJ & STF

    Curtir

  6. Ataíde Jorge de Oliveira

    Oh FELIPE F., vejA o Lado_BoM, $VP!
    Esse MMº.pT_PREFERIDO soe pensar no bem comum!! — de _T O D O S_
    , os petistas!!! — CLAR@, claramente clara as éGUA$_
    _CLARAS de 1 LíNDiO Lago &TC.pT
    A_FiNaLL : há Q se arrumar 1 lugar especialíssimo para bem recepcionar ü$
    PO$T_ITáLIA
    => G U I D I N H O_PeDaLLaDA.com <=

    Curtir

  7. Andrei Tchepurnoy Machado

    Esse STF é uma mãe! Parabens!

    Curtir

  8. hildo molina

    que beleza! todos nos bolsos dos podero$o$.

    Curtir

  9. Carlos Ferreira

    O STF solta todo mundo. Assim não dá.

    Curtir

  10. Everton Pereira

    E os outros presos espalhados pelo brasil ladrões de galinha? Por que não fazer uma ordem de andamento dos processos? Porque continua o privilégio dos magnatas?

    Curtir