Planalto exonera assessor de Temer preso em operação da PF

Tadeu Filippelli (PMDB), ex-vice-governador do Distrito Federal, foi preso nesta terça na Operação Panatenaico acusado de receber propina em obra de estádio

O assessor do presidente Michel Temer e ex-vice-governador do Distrito Federal Tadeu Filippelli (PMDB) será exonerado do cargo que ocupava no Palácio do Planalto. Segundo a assessoria da Presidência da República, a demissão será encaminhada ao Diário Oficial da União (DOU) ainda nesta terça-feira.

Filippelli foi preso nesta manhã pela Polícia Federal (PF) na Operação Panatenaico, que investiga um suposto esquema de corrupção que desviou dinheiro da obra de reforma do estádio Mané Garrincha, em Brasília, para a Copa do Mundo. Além dele, os ex-governadores do DF Agnelo Queiroz (PT) e José Roberto Arruda (PR) também foram presos.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Amyr Feitosa

    se for tão inocente quanto o chefe que injustiça.

    Curtir

  2. ViP Berbigao

    É o Estado para servi-los. E isso é igual em todos os poderes desta pseudorepública. Ou tb não reparastes nos bacanas dos Judiciários e Legislativos desfilando com seus carrões importados?”:? kkkk

    Curtir

  3. Leandros Parker

    E Temer nada sabia a respeito?

    Curtir

  4. Marco Otacílio

    Que coisa extraordinária essa era Sérgio Moro, estão indo para a jaula aqueles que sempre se deram bem com a roubalheira Enos desvios de conduta. Eu ficaria bem triste se visse meu pai ou um patente próximo sendo enjaulado .

    Curtir

  5. Carlos Aurélio

    Outro assessor do “presidente”? É inconcebível. É monstruoso!

    Curtir

  6. Carlos Aurélio

    A vida imita a arte.

    Curtir