Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Pastor Marcos começa a ser julgado por estupro

Vítima de abuso sexual cometido em 2006 disse ter cedido a estupro por imaginar que o pastor era um “enviado de Deus”

O julgamento do pastor Marcos Pereira começou nesta segunda-feira, na 2ª Vara Criminal de São João de Meriti, na Baixada Fluminense, com os depoimentos de quatro testemunhas de acusação, duas de defesa e do próprio pastor. Uma das vítimas, em um depoimento de duas horas e meia, confirmou ter sido estuprada e disse que na época, em 2006, achava que o pastor Marcos era um “enviado de Deus”. Ela é ex-fiel da Igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias e, desde o crime, afirmou sentir receio de deixar a igreja e ir para o inferno. A vítima também informou à Justiça ter medo de ser morta a mando do pastor.

Outras três testemunhas disseram que foram abusadas pelo pastor Marcos quando eram fieis da igreja. Duas delas eram menores de idade e relataram ter sido obrigadas a participar de orgias.

Leia também:

Pastor Marcos é acusado de estuprar menores e de matar uma delas

Leia mais:

Polícia investiga ligação de pastor com ataques do tráfico

Leia também:

Pastor Marcos, ‘o conquistador’: grampos flagram conversas do religioso com fiéis

Ricardo Setti: Dilma se deixa abraçar por pastor suspeito de crime