Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

João Doria teve habilitação suspensa por excesso de multas

A maioria das infrações do tucano, que adotou como lema da gestão ‘Acelera!’, são por excesso de velocidade

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), teve a sua carteira de habilitação suspensa no início deste ano por causa do acúmulo de infrações no trânsito registradas entre novembro de 2014 e junho de 2015. Das cinco multas que levaram à suspensão da CNH do prefeito, três eram por excesso de velocidade, informou o jornal Folha de S. Paulo em reportagem publicada nesta terça-feira. As outras duas foram por ‘deixar de se deslocar com antecedência para a faixa da direita quando for manobrar’ e passar no sinal vermelho – infração considerada gravíssima pelas normas de trânsito.

Segundo o jornal, a suspensão do direito de dirigir vigorou entre 13 de janeiro e 12 de março de 2017. Porém, como Doria ainda não fez as 30 horas e a prova do curso reciclagem, necessário para recuperar a habilitação, continua impedido de dirigir, mesmo após o prazo da punição ter vencido.

Doria assumiu a Prefeitura de São Paulo com a promessa de aumentar os limites de velocidade das marginais, que haviam sido reduzidos pela gestão anterior, de Fernando Haddad (PT). Ele também criticou, durante a campanha eleitoral, a suposta “indústria de multas” de trânsito que teria sido instalada pela gestão anterior. Por causa das propostas, o termo “Acelera!” foi adotado como o lema de sua gestão.

Procurada por VEJA, a Prefeitura informou que ele “não dirigia seus veículos privados, conduzidos por motoristas profissionais”. As multas acabaram sendo assumidas por Doria porque “perdeu-se o prazo de 30 dias para que os nomes dos condutores fossem informados ao Detran”, justifica. O prefeito teria arcado com os custos das multas e entregado sua carteira de motorista ao Detran em 13 de janeiro deste ano, cumprindo a penalidade administrativa de três meses sem dirigir.

De acordo com a Prefeitura, Doria chegou a agendar a prova de reciclagem três vezes neste ano. Porém, “em razão da agenda atribulada, ainda não conseguiu fazer o exame”. A data prevista para a realização, no entanto, não foi informada.

Segundo a Folha, não é possível afirmar onde foram registradas as multas que levaram à suspensão da carteira. No entanto, o jornal diz que os carros usados naquela época, um Audi A8 e um Porsche Cayenne, que estão em nome do prefeito e de sua empresa, “Doria Administração de Bens”, cometeram outras cinco infrações entre junho de 2016 e abril de 2017. Três por transitar acima da velocidade nas marginais Pinheiros e Tietê, uma por estacionar em local proibido e outra pelo não uso do cinto de segurança do passageiro. Não é possível informar quem dirigia os veículos.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Gustavo do Canto Jobim

    Reportagem irrelevante, sério o que me importa se ele foi multado ou perdeu a carteira de motorista?
    Se fosse algo referente a administração dele em São Paulo ou algum crime tudo bem. Mas infração de trânsito virando notícias é o fim do jornalismo sério.

    Curtir

  2. luiz cazzali

    Matéria desnecessária não desqualifica em nada o prefeito,reforça as suspeitas que a redução da velocidade tinha o objetivo de atender a mafia das multas.

    Curtir

  3. kkkkkkkk. Jornalistas da Folha estão desesperados, principalmente depois que os seus mulas mudaram para a praça P Isabel. Hoje está bem mais difícil de conseguir o bagulho sem se expor.

    Curtir

  4. Se fosse só o Dória. 14 mil motoristas por mês tem a habilitação suspensa em São Paulo (dados do ano passado). Vida longa a indústria das multas e seus prepostos amarronzados.

    Curtir

  5. Johnny Bravo

    O cara é simplesmente uma pessoa normal. Ponto. Só pq é prefeito não pode dirigr, ser multado e perder a carteira?
    Eu acho que a Veja está aos poucos se tornando uma imprensa bem marronzinha, dando muito mais valor a fofocas do que a fatos relevantes. Do que me interessa saber se a Anitta rebolou numa catraca de metrô em Nova Iorque? E que diabos vocís dão tanta importância a essa tal de Zilu, vulgo ex-mulher de sertanejo? Quem é ela na fila do pão??
    Voltem a ter um jornalismo decente. Ainda há tempo…

    Curtir

  6. E dai? Eu também tive.

    Curtir

  7. Ele também fez xixi sem levantar a tampa do vazo. Acho que isso pede impeachment e eleições diretas pra prefeito. Chega a ser comovente o desespero da folha e demais imprensa esquerdopata em “queimar” a candidatura do Dória pra presidente em 2018

    Curtir

  8. Desde que comecei a dirigir já levei 3 multas. Então não posso me candidatar a cargo público ?

    Curtir

  9. Marcos Ferax

    Essa reportagem demonstra a decadência desta revista que outrora era vista como Imparcial, Hoje sabemos, a veja não passa de mais uma Folha seca que vai onde o vento leva.

    Curtir