Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

“Goste ou não, tem de respeitar”, diz Doria sobre decisão do TSE

Prefeito esteve hoje em ação do projeto Cidade Linda e comentou a decisão do Tribunal Superior Eleitoral de não cassar o presidente Michel Temer

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), comentou na manhã deste sábado, 10, a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que livrou, ontem (9), o presidente Michel Temer da cassação.

“Um julgamento você tem de respeitar. Uma decisão judicial, você obedece. Não contesta nem interpreta”, disse à imprensa após operação do programa Cidade Linda na Avenida dos Bandeirantes, na zona sul da capital paulista. “Há que se reconhecer que houve uma votação, 4 a 3, esse é o resultado. Toda decisão judicial, sobretudo em instâncias maiores, você tem de obedecer, goste ou não”, complementou.

Doria passou cerca de 45 minutos da manhã deste sábado (10) instalando grades de segurança na avenida vestido com uniforme da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

(Com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Gilberto Ferreira

    Esse Doria é uma farsa, arrogante e prepotente, não decola nunca, será um Temer da vida para entrar tem de aparecer um Gilmar Mendes. ou entrar pela porta dos fundos.

    Curtir

  2. Adriana Pesseti

    respeitar o que está cachorrada de governo que vida o benefício próprio um ladrão na presidência com seus traficantes …e uma quadrilha este PSDB

    Curtir

  3. Foi político no brasil, pode esperar o pior.

    Curtir

  4. Sidnei Santos

    Dória vc é seu partido são uns patos manco.

    Curtir

  5. RUBENS LOPES SOUZA

    Li muitas críticas as indicações do LULA e da DILMA para o STF, e a maioria dos que lá estão, foram indicados por eles, se eles tivessem sido tão “gratos” pela indicações como estão sendo os nomeados pelo TEMMER, certamente, a DILMA, ainda estava Presidente. Nessa altura do campeonato, com uma ou duas exceções, acho que os únicos honestos são os indicados pelo LULA e pela DILMA. Aliás se a Dilma, tivesse brecado as investigações da PF e do MPF, também, ainda estaria lá. E, não tenham dúvida, o TEMMER, e os próximos Governos, certamente, o farão.

    Curtir

  6. Liê Ribeiro

    Perdeu meu voto se fosse candidato a presidência, quando a decisão senhor prefeito é politica e não jurídica, se contesta sim, espero que o senhor aprenda isso.

    Curtir