Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Depoimento de Lula, Refis e Previdência nas manchetes de 10/05/17

Ex-presidente Lula sofre derrotas judiciais às vésperas do depoimento ao juiz Sérgio Moro, nesta quarta-feira

As derrotas judiciais sofridas pelo ex-presidente Lula antes de seu depoimento ao juiz Sérgio Moro, marcado para esta quarta-feira, são destaque nos jornais. A Folha de S.Paulo informa que Lula teve pedido para adiar o encontro negado e instituto paralisado. No Estado de S.Paulo, reportagem afirma que novo Refis é criado em ‘manobra’ no Congresso, enquanto no Globo a manchete é sobre o avanço da reforma da Previdência em comissão especial.

Veja também

Folha de S.Paulo
Lula sofre reveses antes de depor a Sergio Moro
Às vésperas do depoimento que prestará nesta quarta-feira ao juiz Sergio Moro, em Curitiba, o ex-presidente Lula sofreu três derrotas judiciais. Primeiro, o juiz Nivaldo Brunoni negou pedido da defesa e manteve a data do depoimento. Horas depois, ele confirmou decisão de Moro e impediu que assessores do ex-presidente gravem a fala. No terceiro revés, o juiz Ricardo Augusto Soares Leite ordenou a suspensão das atividades do Instituto Lula, em São Paulo.

Cientista de pós na USP é suspeito de desviar R$ 930 mil
Um cientista é suspeito de desviar cerca de R$ 930 mil do programa de pós-graduação em zoologia do Instituto de Biociências da USP, do qual era coordenador. Alvo de investigação, Marcelo Rodrigues de Carvalho deixou o país após a abertura de sindicância na universidade e estaria nos EUA.

Estado de S.Paulo
União perde R$ 18 bi por ano com benefício a sonegador
O governo deixa de arrecadar mais de R$ 18 bilhões por ano com sucessivos programas de refinanciamento de dívidas tributárias. Desde 2000, foram lançados ou reabertos 25. O número foi divulgado em meio à polêmica da chegada de mais um Refis (programa de refinanciamento). Nas contas da Receita, 32% dos maiores contribuintes, ou 80% da arrecadação do País, optaram por alguma das reaberturas do Refis desde 2009. 

O Globo
Previdência avança e vai à fase decisiva na Câmara
O governo conseguiu derrubar as principais emendas à reforma da Previdência na comissão especial. A proposta, agora, segue para a fase decisiva, de apreciação pelo plenário, na Câmara. A estratégia do Planalto é conseguir que todos os 64 deputados da bancada do PMDB, partido do presidente Temer, se comprometam a votar a favor do texto para pressionar os demais aliados. 

Valor Econômico
Temer lança “Avançar” para investir R$ 59 bi
Em busca de uma agenda positiva para se contrapor às reformas impopulares em tramitação no Congresso, o governo deu contornos finais ao “Avançar”, plano que substituirá o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e prevê investimentos de R$ 59 bilhões até o fim de 2018.

Jornal do Commercio
Moro e Lula cara a cara
Juiz vai interrogar o ex-presidente pela primeira vez como réu, em processo no qual o petista é acusado de ter recebido propina da empreiteira OAS.