Caso de coronel suspeito de estuprar criança tem mais uma prisão

Izabela Pimenta de Souza foi a primeira a chegar à cena do crime. Ela foi presa nesta segunda-feira por suposto envolvimento no caso

A polícia do Rio prendeu nesta segunda-feira Izabela Pimenta de Souza por suspeita de participação no estupro de uma criança de 2 anos, em Ramos, na zona norte da cidade. Izabela é irmã de Thuane Pimenta dos Santos, acusada de ter entregue a criança para o coronel reformado da Polícia Militar Pedro Duarte Chavarry, 62 anos, flagrado com a menina nua em seu carro. Thuane e o policial militar já foram presos.

Izabela foi encontrada por policiais da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima na comunidade Uga-Uga, no bairro de Ramos. A mulher foi a primeira a chegar à cena do crime. Segundo policiais militares, ela teria dito que o pai da menina estava morto, e a mãe, presa, com o objetivo de ludibriá-los.  Foi expedido um mandado de prisão temporária por 30 dias contra a mulher, que nega envolvimento no caso.

LEIA TAMBÉM: 
“A bebê estava no banco do carona, chorando, nua”, diz delegada
Coronel acusado de estupro também teria desviado verba pública

O caso – O coronel reformado foi preso em flagrante na noite do dia 11 deste mês, sob acusação de estupro de vulnerável e corrupção. Ele foi encontrado com uma menina de dois anos, nua, em seu carro em uma favela do Rio. Quando foi abordado pelos PMs, o coronel Duarte chegou a oferecer suborno. Os policiais não aceitaram e gravaram a oferta. O crime foi descoberto porque o coronel passou em uma lanchonete com a criança. Os atendentes estranharam o fato de a menina estar sem roupas.

Uma cliente ligou para a polícia, que chegou rapidamente. O militar fugiu, mas foi abordado mais adiante e preso. A mãe posteriormente contou à polícia que estava trabalhando quando o crime foi consumado. Ela teria deixado a filha aos cuidados de Thuane.

(Com Estadão Conteúdo)

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Fernando Kozlowski

    A nossa legislação precisa endurecer a respeito de vários assuntos que são intoleráveis e são tratados com uma certa dose de indiferença…

    Curtir