‘Bobagem’, diz Gilmar Mendes sobre críticas ao julgamento do TSE

Para ele, clima de “Fla-Flu” em torno da decisão que absolveu a chapa Dilma-Temer de irregularidades na eleição de 2014, possibilita esse tipo de avaliação

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, classificou como “bobagem” as críticas de que o órgão fez um julgamento mais político do que jurídico ao livrar o presidente Michel Temer (PMDB) da cassação na semana passada. O placar terminou em 4 a 3 pela absolvição do peemedebista, e Gilmar foi um dos que votou contra a cassação.

“As críticas são absolutamente normais. Em um jogo de Fla x Flu, as pessoas acabam tendo uma posição nesse sentido”, disse o ministro ao chegar para a cerimônia de posse da nova integrante do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) Maria Tereza Uille.

Ele também minimizou o fato de a Rede ter entrado com ação no STF na última segunda-feira pela anulação do julgamento.

CNJ

O nome da nova conselheira Maria Tereza Uille foi aprovado em dezembro pelo Congresso e contou com o apoio de Gilmar. Em tempos de Lava Jato, congressistas e governo acompanharam intensamente a disputa pelo posto, uma vez que cabe ao CNJ punir eventuais abusos de juízes, como Sergio Moro, responsável pela operação na primeira instância.

(Com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Gilberto Salomi

    Nos livros de história Moro será considerado herói e Gilmar Mendes, se vier a ser lembrado, não passará de mais um dos componentes da quadrilha.

    Curtir

  2. Eu gostaria de punir Rodrigo Janot por abuso de autoridade. Gilmar é ótimo juiz.

    Curtir

  3. JOSÉ ROBERTO DE LIMA MACHADO

    Tudo “dominado”.

    Curtir

  4. Leandros Parker

    Bobagem uma ova!

    Curtir

  5. ViP Berbigao

    Atitude normal de alguém vindo do Judiciário. Quero ver a hora q o povo q paga os altíssimos salários deles perder a paciência… A sociedade é formada por pesos e contrapesos… Muito poder tb rquer muita responsabilidade.

    Curtir

  6. Comparando o julgamento a um jogo de Fla- Flu? Oras, vá lamber sabão, Gilmar Mendes.

    Curtir