Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ataque a policiais suspende fiscalização da lei seca

Por José Maria Tomazela

Sorocaba – Os ataques contra policiais em São Paulo levaram a Prefeitura de Sorocaba a suspender o Comando da Madrugada criado para fiscalizar o cumprimento da lei que obriga o fechamento dos bares às 23 horas. A chamada “lei seca” foi aprovada em abril deste ano. A Polícia Militar integrava a força especial de fiscalização, junto com a Guarda Civil Municipal e com agentes da prefeitura.

O comando da PM informou que o trabalho foi paralisado porque todo o efetivo foi alocado para outras operações. A prefeitura confirmou como o real motivo da suspensão “as ocorrências registradas contra a Polícia Militar, que é parte integrante do comando” e informou que a retomada dos trabalhos não tem data definida. A operação já resultou no fechamento de seis bares.

No final da semana passada, os policiais de Sorocaba e de todo o interior foram colocados em estado de alerta contra os ataques. Uma circular expedida na sexta-feira orientava os oficiais para que mantivessem, durante as folgas, “as mesmas cautelas e cuidados que mantêm durante o serviço, bem como informem imediatamente à sua unidade ou ao Copom (Centro de Operações da Polícia Militar) qualquer situação de risco ou a presença de indivíduos suspeitos”.

O comando local não tinha sido informado até esta quarta-feira sobre o tempo que duraria o estado de alerta. Viaturas foram posicionadas estrategicamente para isolar a entrada dos batalhões e quartéis, mas não foi registrado ataque na cidade. De acordo com a PM, 40 policiais foram assassinados este ano no Estado e dez casos tiveram características de execução.